Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Todos achavam que a Kingzone DragonX teria mais um dia dominante, mas suas boas atuações não apareceram nesse sábado (12), e eles conheceram a primeira derrota na competição. A Team Liquid, mesmo realizando troca de jogadores, ainda não conseguiu se encontrar no torneio. Uma situação bem diferente da que vive a Flash Wolves, que começa a dar indícios de que pode sim ser uma candidata ao título.

Vamos conferir agora como foram os jogos de sábado:

Kingzone DragonX (2-1) x Fnatic (1-2)

O segundo dia do MSI já começou com uma grande surpresa. A Fnatic não desanimou com as duas derrotas no primeiro dia e, em um jogo controlado do início ao fim, surpreendeu a favorita Kingzone. O top laner da equipe da casa, Gabriel “Bwipo” Rau, fez uma partida quase perfeita com seu Ornn, teve ampla vantagem em cima de seu oponente de rota e foi crucial nas team fights, com ultimates bem colocados e que ajudaram seu time a se manter à frente no jogo.

As rotações de Rasmus “Caps” Winther com seu Corki também foram destaque. A Kingzone não conseguiu lidar com a força que o jogador adquiriu no começo do jogo, e viu um Corki derrubar suas linhas de frente com facilidade, frustrando qualquer chance de recuperação.

Os destaques negativos ficam para Kim “Khan” Dong-ha (Vladimir) e Han “Peanut” Wang-ho (Zac). Com atuações bem abaixo do esperado, ambos não conseguiram conter as investidas de seus oponentes de rota e ainda cometeram erros graves no decorrer da partida. A Fnatic foi competente, aproveitou da instabilidade da Kingzone e conseguiu sua primeira vitória no MSI.

Khan usa seu teleporte para ajudar seus companheiros, mas acaba sendo cercado e morto. Uma partida a ser esquecida por ele. (Foto: Reprodução/Youtube)Khan usa seu teleporte para ajudar seus companheiros, mas acaba sendo cercado e morto. Uma partida a ser esquecida por ele. (Foto: Reprodução/Youtube)

Khan usa seu teleporte para ajudar seus companheiros, mas acaba sendo cercado e morto. Uma partida a ser esquecida por ele. (Foto: Reprodução/Youtube)

Royal Never Give Up (2-1) x Evos (1-2)

Sem sustos, a RNG não deu quaisquer chances para a Evos, foi paciente em suas tomadas de decisões e venceu sem perder uma única torre sequer.

A instabilidade dos vietnamitas ficou ainda mais clara nesse jogo. Em especial, no mid laner Đoàn Văn “Warzone” Ngọc Sơn, que mesmo com uma escolha confortável para ele (Cassiopeia), não conseguiu ser efetivo nas lutas e ainda cometeu erros de posicionamento, abrindo ainda mais o espaço para a vitória da RNG.

Embora o time chinês não tenha tido um jogador peça chave na partida, visto que as atuações de todos foram excelentes, podemos dar destaque para a escolha do campeão Shen para o top laner Yan “Letme” Yun-ze. As ultimates do Shen foram realizadas na execução de team fights, dando segurança para Liu “Mlxg” Shi-Yu (Olaf) e Li “Xiaohu” Yuan-hao (Vladimir) realizarem a iniciação e garantir a segunda vitória deles no MSI.

Aos 31 minutos de jogo, a RNG aproveita posicionamento ruim da Evos, e Letme usa o ultimate do Shen no Vladimir de Xiaohu, facilitando a punição ao erro do oponente. (Foto: Reprodução/Youtube)Aos 31 minutos de jogo, a RNG aproveita posicionamento ruim da Evos, e Letme usa o ultimate do Shen no Vladimir de Xiaohu, facilitando a punição ao erro do oponente. (Foto: Reprodução/Youtube)

Aos 31 minutos de jogo, a RNG aproveita posicionamento ruim da Evos, e Letme usa o ultimate do Shen no Vladimir de Xiaohu, facilitando a punição ao erro do oponente. (Foto: Reprodução/Youtube)

Team Liquid (0-3) x Flash Wolves (3-0)

Após as duas derrotas no primeiro dia, a Team Liquid realizou uma mudança no seu time, colocando o suporte Kim “Olleh” Joo-Sung no banco e dando lugar para o reserva Joseph “Joey” Haslemann. No entanto, a mudança não surtiu efeito algum, e o time norte-americano voltou a repetir as atuações abaixo do esperado.

A escolha de Yasuo por parte de Engene “Pobelter” Park, com a intenção de combinar ultimates com o Ornn de Jung “Impact” Eon-yeong, foi um desastre. Pobelter não conseguiu adquirir recursos suficientes para tornar seu Yasuo forte no jogo, e Impact, quando parecia que encaixaria suas ultimates no time inimigo, foi frustrado pela Morgana Hu “SwordArt” Shuo-Chieh, que estava com seus escudos negros em dia.

A Flash Wolves não teve dificuldades em aproveitar do momento ruim da Team Liquid. Após comprar e vencer uma luta aos 12 minutos de jogo na bot lane, os taiwaneses conseguiram o first brick e, assim, a bola de neve que se estendeu até o final do jogo. O destaque, não apenas do jogo em si, mas de todo o MSI, fica por parte do mid laner Huang “Maple” Yi-Tang, que, em três partidas no torneio, não morreu uma única vez sequer.

Na luta final, Pobelter tenta a inicialização junto ao ultimate do Ornn de Impact. Porém, o dano não é o suficiente, e a Flash Wolves aproveita da superioridade e parte para a vitória. (Foto: Reprodução/Youtube)Na luta final, Pobelter tenta a inicialização junto ao ultimate do Ornn de Impact. Porém, o dano não é o suficiente, e a Flash Wolves aproveita da superioridade e parte para a vitória. (Foto: Reprodução/Youtube)

Na luta final, Pobelter tenta a inicialização junto ao ultimate do Ornn de Impact. Porém, o dano não é o suficiente, e a Flash Wolves aproveita da superioridade e parte para a vitória. (Foto: Reprodução/Youtube)

Kingzone DragonX (3-1) x Evos Esports (1-3)

Após a derrota para a Fnatic, era esperado que a Kingzone fosse dar a volta por cima contra um time considerado inferior. A vitória veio, mas com certas dificuldades e em um jogo bastante equilibrado.

A Evos foi capaz de impor respeito contra os favoritos, venceu lutas, pegou o arauto e derrubou torres atrás de torres. No entanto, após uma péssima partida contra a Fnatic, Kim “Khan” Dong-ha desencantou com sua campeã Illaoi, chegou a adquirir 5 mil de ouro a mais que seu oponente de rota e mudou o jogo, aproveitando dos momentos de afobação do time vietnamita.

O momento chave do jogo veio aos 23 minutos, onde a Evos, ao notar que Kim “Pray” Jong-in estava distante no momento em que derrubavam o inibidor da Kingzone, optou por tentar finalizar o jogo. A decisão custou caro, a Evos perdeu o bom momento que possuía, buscou se recuperar, mas a experiência dos jogadores da Kingzone foi falou mais alto, aproveitaram da vantagem e, com paciência, chegaram ao nexus.

Decisão ruim da Evos ao tentar finalizar o jogo deu espaço para a Kingzone garantir a vitória (Foto: Reprodução/Youtube)Decisão ruim da Evos ao tentar finalizar o jogo deu espaço para a Kingzone garantir a vitória (Foto: Reprodução/Youtube)

Decisão ruim da Evos ao tentar finalizar o jogo deu espaço para a Kingzone garantir a vitória (Foto: Reprodução/Youtube)

Royal Never Give Up (2-2) x Flash Wolves (4-0)

No jogo com o menor número de mortes no MSI 2018, a Flash Wolves foi paciente e, mesmo que tenha cometido alguns erros, manteve a superioridade, não deixou a Tristana de Jian “Uzi” Zi-Hao crescer e continuou invicta no torneio. Destaque novamente para o mid laner Huang “Maple” Yi-Tang, que, além de ter tido uma atuação excelente com sua campeã Zoe, continua sem morrer no MSI.

Logo no começo, Maple conseguiu se aproveitar de uma falha de posicionamento do jungle Mlxg, conquistou o first blood, o double buff e a garantia de que sua Zoe seria impactante no restante do jogo. Uzi foi obrigado a ir para o mid, tentar evitar a pressão imposta por Kim “Moojin” Moo-jin na bot lane, mas não teve tempo e nem espaço suficiente para conseguir recursos grandes para sua Tristana.

Com uma composição voltada para o hyper carry, a Tristana de Uzi, a RNG precisava de tempo para fazê-la funcionar, mas a Flash Wolves foi esperta e teve toda a calma do mundo para conquistar o barão e usá-lo para fechar o jogo antes que fosse tarde demais.

Na última luta do jogo, a Flash Wolves pune o teleporte de LetMe (Maokai) e parte para o nexus em seguida. (Foto: Reprodução/Youtube)Na última luta do jogo, a Flash Wolves pune o teleporte de LetMe (Maokai) e parte para o nexus em seguida. (Foto: Reprodução/Youtube)

Na última luta do jogo, a Flash Wolves pune o teleporte de LetMe (Maokai) e parte para o nexus em seguida. (Foto: Reprodução/Youtube)

Fnatic (2-2) x Team Liquid (0-4)

A partida foi marcada pelo retorno de Kim “Olleh” Joo-Sung à titularidade. Embora tenha tido uma atuação melhor do que no primeiro dia, esta não foi o suficiente para fazer a Team Liquid encontrar a vitória no MSI.

Nas mãos de Rasmus “Caps” Winther, a escolha de Yasuo funcionou. Aos 17 minutos, a Fnatic força um Dragão das Nuvens, se aproveita do posicionamento ruim dos jogadores da Team Liquid e usa a vantagem para vencer a team fight e conquistar o dragão. Aqui, Caps pegou o primeiro dos cinco abates na partida, e mostrou que o campeão é forte em suas mãos.

Como se não bastasse as atuações ruins dos jogadores da Team Liquid, a Fnatic deu um show de rotações. Mesmo que a Team Liquid conseguisse algum abate, a Fnatic estava de prontidão para punir com uma torre ou outro objetivo no mapa. Sem sustos, o time da casa fechou o jogo tranquilamente.

Nos últimos instantes da partida, Marin "Rekkles" Larsson teve a chance de pegar seu Pentakill com sua campeã Sivir, mas Caps acabou tirando a conquista de seu companheiro. (Foto: Reprodução/Youtube)Nos últimos instantes da partida, Marin "Rekkles" Larsson teve a chance de pegar seu Pentakill com sua campeã Sivir, mas Caps acabou tirando a conquista de seu companheiro. (Foto: Reprodução/Youtube)

Nos últimos instantes da partida, Marin "Rekkles" Larsson teve a chance de pegar seu Pentakill com sua campeã Sivir, mas Caps acabou tirando a conquista de seu companheiro. (Foto: Reprodução/Youtube)

Com isso, a tabela do MSI ficou assim:

No domingo (13), teremos a partida entre Flash Wolves e Kingzone, a mais esperada nesse torneio. Veja quais serão os outros confrontos do terceiro dia:

6h - Royal Never Give Up x Team Liquid

7h - EVOS x Fnatic

8h - King-Zone DragonX x Flash Wolves

9h - Royal Never Give Up x Fnatic

10h - Flash Wolves x EVOS

11h - Team Liquid x KingZone Dragon-X

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.