As finais da Season 5 da Esports Championship Series (ECS) de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) estão chegando após meses de disputa. O campeão será decidido entre os dias 8 e 10 de junho, e os times percorreram um longo caminho até aqui. Algumas equipes, como a da SK Gaming, ficaram para trás. Já times como Astralis, Cloud9, Liquid, G2 e FaZe Clan e outros continuam na disputa. Confira, a seguir, como foi a quinta temporada da ECS e o que esperar das partidas finais.

O campeonato

A ECS é um dos torneios Premier mais conceituados do cenário competitivo de CS:GO (Foto: Divulgação/ECS)

A ECS é um dos torneios Premier mais conceituados do cenário competitivo de CS:GO (Foto: Divulgação/ECS)

As atividades começaram em fevereiro com a Challenger League em fase online. A competição promoveu os três primeiros colocados da divisão norte-americana, e os dois primeiros colocados da divisão europeia para Season 5 da ECS. Assim, compLexity Gaming, Rogue e Rise Nation subiram pelo lado norte-americano, e Gambit e GODSENT pelo lado europeu.

A temporada regular aconteceu entre os dias 13 de março e 15 de maio. Com 20 times, dez Europa e dez da América do Norte, as partidas seguira o sistema todos-contra-todos em cada divisão. Não houve premiação em dinheiro, mas os cinco melhores colocados de cada divisão passaram para as finais. Os dois últimos colocados foram rebaixados para Challenger League.

Confira a classificação final de cada divisão:

América do Norte

  1. NR
... G Esports (Classificado para as finais)
  • Cloud9 (Classificado para as finais)
  • Team Liquid (Classificado para as finais)
  • Luminosity Gaming (Classificado para as finais)
  • Renegades (Classificado para as finais)
  • eUnited
  • SK Gaming
  • Rogue
  • OpTic Gaming (Rebaixado para Challenger League)
  • compLexity Gaming (Rebaixado para Challenger League)

Europa

  1. Astralis (Classificado para as finais)
  2. G2 Esports (Classificado para as finais)
  3. FaZe Clan (Classificado para as finais)
  4. fnatic (Classificado para as finais)
  5. NiP (Classificado para as finais)
  6. GODSENT
  7. mousesports
  8. Virtus.pro
  9. Gambit (Rebaixado para Challenger League)
  10. Team EnVyUs (Rebaixado para Challenger League)

Os destaques ficaram para NRG, que terminou a competição com 51 pontos, enquanto a Cloud9 marcou 39. A SK Gaming, em meio às atuais polêmicas, não marcou nenhum resultado expressivo, bom ou ruim. Na Europa o cenário foi similar: a Astralis se classificou com 51 pontos e a G2 com 36.

Entre os jogadores, Ethan 'nahtE' Arnold (NRG), Tsvetelin 'CeRq' Dimitrov (NRG) e Tarik 'tarik' Celik (Cloud9) foram alguns dos destaques americanos. Nicolai 'device' Reedtz (Astralis), Nikola 'NiKo' Kovač (FaZe) e Kenny 'kennyS' Schrub (G2) representaram bem os europeus.

As finais

FaZe Clan, campeã da Season 4 da ECS, é uma das favoritas para as finais da Season 5 (Foto: Reprodução/FaZe Clan)

FaZe Clan, campeã da Season 4 da ECS, é uma das favoritas para as finais da Season 5 (Foto: Reprodução/FaZe Clan)

No dia 31 de maio foram definidos os grupos que vão disputar as finais da ECS Season 5 na SSE Arena em Wembley, Inglaterra. Entre os dias 8 e 10 de junho teremos em jogo, além do título, a premiação de US$ 600 mil (mais de R$ 2 milhões em conversão direta). O campeão levará sozinho a fatia de US$ 250 mil (R$ 950 mil aproximadamente). O restante do prêmio será dividido da seguinte forma:

  • Segundo colocado: US$ 120,000 (cerca de R$ 473 mil)
  • Terceiro e quarto lugares: US$ 65,000 (cerca de R$ 245 mil)
  • Quinto e sexto lugares: US$ 45,000 (cerca de R$ 170 mil)
  • Sétimo e oitavo lugares: US$ 35,000 (cerca de R$ 132 mil)

Veja como ficaram definidos os grupos que vão disputar as finais:

  • Grupo A: Astralis, Cloud9, fnatic e Liquid
  • Grupo B: NRG, G2, FaZe e Luminosity

Os oito times irão se enfrentar em duas fases: primeiro com séries melhor de uma partida (MD1), e depois melhores de três (MD3). Os dois primeiros colocados de cada grupo seguem para os playoffs, que serão jogados MD3.

Pela Europa, Astralis e FaZe chegam como favoritas por conta dos títulos conquistados em 2018. A Astralis está numa temporada de grandes resultados, entre eles os títulos da DreamHack Masters Marseille, ECS Season 5 - Europe, e a Season 7 da ESL Pro League, onde venceu a Liquid por 3-1. Vale destacar também o vice na IEM XIII - Sydney.

Já a FaZe vem em um ano de resultados razoáveis. Campeã da IEM XIII - Sydney, a equipe teve como resultados de destaque o vice-campeonato na Intel Extreme Masters XII - World Championship e ELEAGUE Major: Boston.

A novidade que poderia virar os ventos a favor da FaZe era o retorno de Olof "olofmeister" Kajbjer. Fora do competitivo de CS:GO desde abril deste ano, olofmeister havia anunciado seu retorno recentemente. Porém, na última terça-feira (5), o jogador voltou atrás na decisão e manterá o hiato por tempo indeterminado. No seu lugar entrará Jorgen "cromen" Robertsen, da Heroic.

Os americanos também estão bem. A Liquid vem como favorita pelos de resultados expressivos em momentos chave: os títulos da StarSeries i-League Season 4 - NA, cs_summit 2, ESL Pro League Season 7 - NA, o vice nas finais da ESL Pro League Season 7 e do iBUYPOWER Invitational.

Entretanto, vale destacar a NRG pelas vitórias na ECS Season 5 - NA, no iBUYPOWER Invitational e o vice na ESL Pro League Season 7 - NA. A Cloud9, vencedora do ELEAGUE Major: Boston, tem chances de surpreender, sobretudo com a sua tradição no cenário de CS:GO.

O Brasil na ECS Season 5

Brasileiros da Luminosity estão tendo um 2018 mediano (Foto: Divulgação/ESL)

Brasileiros da Luminosity estão tendo um 2018 mediano (Foto: Divulgação/ESL)

Quarto lugar na temporada regular da ECS Season 5, os brasileiros da Luminosity estão tendo um 2018 mediano. O grupo venceu o qualificatório da DreamHack Masters Marseille e ficou em quarto lugar no qualificatório para a DreamHack Open Valencia, próxima competição que o time participará nos dias 12 a 14 de julho.

O caminho de Lucas "steel" Lopes & cia teve um total de duas vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas, uma delas para os brasileiros da SK Gaming. Com isso, a Luminosity marcou 30 pontos e garantiu vaga nas finais pelo segundo ano seguido. Será mais uma chance para o time vice-campeão da Season 3 da ECS fazer as pazes com o título em um Major.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.