O iPad (2018) é o sucessor do iPad (2017) e já está disponível no comércio brasileiro. Com foco em educação, o tablet mantém o mesmo design da geração anterior, com ficha técnica renovada e a promessa de desempenho até 40% mais rápido. Além disso, o dispositivo é compatível com o Apple Pencil, acessório antes disponível apenas para iPad Pro.

Lançado em março de 2018, o tablet tem preço mínimo de R$ 2.499, assim como o iPad (2017). Nesse comparativo, o TechTudo mostra as principais semelhanças e diferenças entre os tablets da Apple. Confira nas linhas a seguir.

Novo iPad tem suporte à caneta stylus da Apple (Foto: Divulgação/Apple)

Novo iPad tem suporte à caneta stylus da Apple (Foto: Divulgação/Apple)

Tela e design

Ambas as gerações contam com a mesma tela de 9,7 polegadas e resolução de 2.048 x 1.536 pixels com densidade de 264 pixels por polegada (ppi). Na prática, os dois tablets podem trazer displays de boa qualidade. Também não há diferenças visuais entre os dois dispositivos: a Apple manteve o padrão da marca, com botão Home e leitor de impressões digitais na parte frontal.

Além disso, as medidas e peso são os mesmos, com altura de 240 mm, largura de 169,5 mm e espessura de 7,5mm, e peso de 469 g na versão Wi-Fi e 478 g para os modelos 4G. Há opções nas cores prata, cinza espacial e dourado.

... -draft" alt="iPad (2017) traz tela sem proteção antirreflexo (Foto: Divulgação/Apple)" title="iPad (2017) traz tela sem proteção antirreflexo (Foto: Divulgação/Apple)" src="data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wBDAAMCAgMCAgMDAwMEAwMEBQgFBQQEBQoHBwYIDAoMDAsKCwsNDhIQDQ4RDgsLEBYQERMUFRUVDA8XGBYUGBIUFRT/2wBDAQMEBAUEBQkFBQkUDQsNFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBT/wgARCAAPABkDASIAAhEBAxEB/8QAFwABAQEBAAAAAAAAAAAAAAAABwYFCP/EABYBAQEBAAAAAAAAAAAAAAAAAAEAAv/aAAwDAQACEAMQAAAB6oDGA4cIO1O0Rf/EAB0QAAIBBAMAAAAAAAAAAAAAAAEFBAADBhETFBX/2gAIAQEAAQUCJ0MszSYuYK2XoxqYb4WKe5OCeH17Vf/EABkRAQACAwAAAAAAAAAAAAAAAAIAAREiMf/aAAgBAwEBPwFlI63BSo4XZ//EABcRAQEBAQAAAAAAAAAAAAAAAAECEBH/2gAIAQIBAT8BlkeUZ//EACMQAAEDAgUFAAAAAAAAAAAAAAECAxEAMQQQEhMhQlFhkcH/2gAIAQEABj8C5rCtYJtPdeux8eqQ4U7aj0/cogEG9RoDguNRtRUpraWQExM8DL//xAAcEAEBAAIDAQEAAAAAAAAAAAABEQAhEDFhUcH/2gAIAQEAAT8hCyh7kP4l3b+Nte/MKAu7Wlkea4bZRymYLkHQVfR0j7jE8w9ZDj//2gAMAwEAAgADAAAAEBHv/8QAHREBAAEDBQAAAAAAAAAAAAAAAREAIUExUWGR8P/aAAgBAwEBPxAxEIzfMY90zQBZGrvzX//EABwRAQACAQUAAAAAAAAAAAAAAAEAQSExUWFxof/aAAgBAgEBPxBQpE1Kd+evZip//8QAGxABAQADAQEBAAAAAAAAAAAAAREAIUExURD/2gAIAQEAAT8QfEPaqY0jt0m2+SkErTHuEttlSJU+0qU5+E3RSQXibMMgaEJ2UgfG/tNYsP2MRzRkl4PGwmf/2Q==">

iPad (2017) traz tela sem proteção antirreflexo (Foto: Divulgação/Apple)

Câmera

Há semelhanças quando se trata da câmera. Tanto o iPad (2017) quanto o iPad (2018) têm sensor de 8 megapixels com abertura focal de f/2.4, capaz de filmar em 1080p e em câmera lenta, em até 120 quadros por segundo (qps).

Para selfies e videoconferências, a câmera frontal – intitulada como FaceTime HD pela fabricante – tem resolução de 1,2 megapixel e abertura f/2.2. Para gravação de vídeo, o sensor é limitado à 720p e não tem suporte à filmagens em slow motion.

Processador, memória RAM e armazenamento

A ficha técnica do iPad (2018) traz processador novo. O lançamento conta com Apple A10 Fusion, o mesmo do iPhone 7 e iPhone 7 Plus, no lugar do Apple A9. Segundo a Apple, a mudança pode entregar desempenho até 40% mais veloz nas tarefas do dia a dia. Assim como em outros produtos, a fabricante não informa a quantidade de memória RAM do dispositivo.

No entanto, o armazenamento repete as opções da geração anterior, de 32 GB e 128 GB. Os tablets não têm entrada cartões de memória, o que significa que não há suporte para expansão de espaço para guardar fotos, vídeos, músicas e documentos, entre outros.

iPad (2018) vem com iOS 11 de fábrica (Foto: Divulgação/Apple)

iPad (2018) vem com iOS 11 de fábrica (Foto: Divulgação/Apple)

Sistema

O iPad (2017) foi lançado com iOS 10 e recebeu o iOS 11, sistema presente de fábrica no iPad (2018). Com isso, os usuários contam com o mesmo software nos dois tablets, com recursos de multitarefa – que permite usar dois aplicativos ao mesmo tempo –, gerenciador de arquivos e a nova central de notificações. Além disso, segundo a Apple, os dois dispositivos estão aptos para receber o iOS 12.

Sistema conta com recursos multitarefa (Foto: Divulgação/Apple)

Sistema conta com recursos multitarefa (Foto: Divulgação/Apple)

Bateria

A bateria é um dos pontos mais elogiados do iPad, o que se mantém nas duas gerações, de acordo com a fabricante, uma vez que ambos têm autonomia de dez horas de uso intenso (visualização de vídeos e navegação na web) ou nove horas para tráfego de dados na versão com 4G.

Recursos extras

A principal novidade do iPad (2018) fica por conta da compatibilidade com a Apple Pencil, antes restrita ao iPad Pro. Além de ser usado para desenho, o acessório permite anotações de forma mais prática. Junto com ao Apple Pencil, o sistema conta com versões aperfeiçoadas do Pages, Numbers e Keynote – o equivalente no ambiente da maçã ao Word, Excel e PowerPoint. O iOS também traz o Smart Annotation, que permite adicionar notas às palavras e movê-las com facilidade.

Suíte de produtividade recebe melhorias para Apple Pencil (Foto: Divulgação/Apple)

Suíte de produtividade recebe melhorias para Apple Pencil (Foto: Divulgação/Apple)

Preço e onde comprar

O iPad (2018) chegou ao Brasil com o mesmo preço do que a geração anterior. Atualmente, o modelo Wi-Fi com 32 GB é encontrado por R$ 2.499, enquanto a opção com 128 GB está disponível por 2.999. Com conexão 4G, é possível encontrá-lo por R$ 3.199 com 32 GB e por R$ 3.699 com 128 GB.

A geração anterior não é mais vendida na loja da Apple. Entretanto, ainda é encontrada no comércio online. O preço da versão mais básica sai por cerca de R$ 1.800.

Vale lembrar que, apesar de ser compatível com o Apple Pencil, o iPad (2018) não traz o acessório na caixa. É preciso comprá-lo separadamente por R$ 729.

Qual smartphone da Apple vale mais a pena comprar? Confira no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.