Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Nvidia revelou na terça-feira (14) a nova arquitetura Turing para placas de vídeo, usada na nova linha Quadro RTX. Os modelos trazem, pela primeira vez, memória GDDR6, com promessa de aumentar a velocidade em até 40% em comparação às GeForce atuais, com GDDR5. Além disso, as GPUs são fabricadas considerando as tecnologias de ray tracing da fabricante, possibilitando renderização simultânea dos gráficos.

Além disso, as novas Quadro contam com especificações técnicas poderosas e também apresentam ferramentas para processamento de Inteligência Artificial. O lançamento comercial está previsto para o último trimestre de 2018, e o preço ainda não foi divulgado.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Jen Hsun Huang, CEO da Nvidia, apresentou a nova arquitetura e as primeiras placas RTX na Siggraph 2018 (Foto: Divulgação/Nvidia)Jen Hsun Huang, CEO da Nvidia, apresentou a nova arquitetura e as primeiras placas RTX na Siggraph 2018 (Foto: Divulgação/Nvidia)

Jen Hsun Huang, CEO da Nvidia, apresentou a nova arquitetura e as primeiras placas RTX na Siggraph 2018 (Foto: Divulgação/Nvidia)

Segundo a Nvidia, as Quadro RTX podem processar efeitos de Ray Tracing de forma 25% mais rápida se comparadas a placas da arquitetura atual, batizada de Pascal. Isso se dá pela presença dos núcleos RT dedicados a essa tarefa nas placas anunciadas, algo que não existia nos modelos anteriores. O Ray Tracing simula o comportamento da luz em jogos de forma mais próxima da realidade, e é a grande aposta da Nvidia para o futuro dos games.

Os novos núcleos RT dividem espaço com os CUDA tradicionais, usados no processamento gráfico mais genérico desempenhado por cada uma das placas. A Quadro RTX 8000, top de linha entre as novatas, soma 4.608 CUDAs e chega com 48 GB de memória. A RTX 6000, com o mesmo número de CUDAs, e RTX 5000, com 3.702, fecham a série Turing até o momento.

Memória interna também merece um destaque na nova linha da Nvidia, já que as RTX são as primeiras a trazer o padrão GDDR6: os modelos trazem 16 (RTX 5000), 24 (RTX 6000) e 48 GB (RTX 8000). As novas RAM são da Samsung e devem aparecer também na futura linha GeForce, superando o GDDR5X em até 40% mais velocidade.

Novas Quadro chegam ao mercado só no fim do ano e têm características voltadas para criadores de jogos (Foto: Divulgação/Nvidia)Novas Quadro chegam ao mercado só no fim do ano e têm características voltadas para criadores de jogos (Foto: Divulgação/Nvidia)

Novas Quadro chegam ao mercado só no fim do ano e têm características voltadas para criadores de jogos (Foto: Divulgação/Nvidia)

Outra novidade fica por conta dos núcleos Tensor, destinados a encarar o processamento pesado de inteligência artificial. O modelo mais potente divulgado pela Nvidia tem 576 desses núcleos, capacitando à placa ser usada em data centers e outros ambientes que dependem de um alto volume de processamento de AI.

A linha Quadro é para jogos?

Assim como as demais Quadro já no mercado, as novas placas são voltadas para a área de criação de jogos. Portanto, têm perfil profissional, com especificações poderosas e custo elevado, sendo mais úteis para designers, programadores e animadores que para gamers. Apesar disso, as novas GPUs apontam para mudanças significativas com relação ao perfil tecnológico das placas da Nvidia. As GeForce, por exemplo, devem trazer a memória GDDR6, além de conectividade USB-C.

Qual é a melhor placa de vídeo barata? Veja no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.