A Nvidia revelou a GeForce RTX 2080 Ti, parte da nova geração de placas de vídeo da fabricante, na última segunda (20), como sucessora da GeForce GTX 1080 Ti. O novo modelo tem as melhores especificações entre as GPUs lançadas: ele apresenta arquitetura Turing, capacidade de processamento de ray tracing em tempo real e um processador com mais de 4 mil núcleos, além de memória RAM GDDR6.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A 1080 Ti, por sua vez, pode ser considerada uma das melhores placas de vídeo disponíveis, mas fica abaixo da sucessora com relação ao desempenho. Confira a seguir como as duas GPUs se comparam, suas semelhanças, principais diferenças e preços.

RTX 2080 Ti supera a marca dos 4 mil núcleos de processamento (Foto: Divulgação/Nvidia)

RTX 2080 Ti supera a marca dos 4 mil núcleos de processamento (Foto: Divulgação/Nvidia)

Especificações

O processador gráfico da GeForce RTX 2080 Ti significa um salto significativo em relação à 1080 Ti. A nova GPU tem maior número de núcleos CUDA, componentes básicos da placa, encarregados do trabalho pesado de processamento gráfico. O modelo da linha RTX traz 4.352 unidades, número superior aos 3.584 núcleos que operam sua antecessora.

A velocidade das placas também tem diferenças, com valor mais alto para a 1080 Ti, que chega aos 1582 MHz por meio do turbo. A 2080 Ti, por sua vez, trabalha em uma faixa que vai de 1.350 a 1.545 MHz. Vale ressaltar que esses números não significam que a placa anterior é mais rápida, já que a recém-lançada tem mais núcleos CUDA.

Outro diferencial importante na ficha técnica é a memória. Embora ambos apresentem 11 GB de RAM, o padr�

... �o mais recente utilizado na 2080 Ti, GDDR6, é superior ao GDDR5X, da placa GTX. A velocidade da troca de informações entre o processador e a RAM também é um fator determinante para uma placa de vídeo. No novo modelo, são 616 GB/s, enquanto na antecessora, 484 GB/s.

Ray tracing e performance

Imagem compara uma imagem sintetizada sem Ray Tracing (à esquerda) e a versão usando a nova tecnologia de iluminação, à direita (Foto: Divulgação/Nvidia)

Imagem compara uma imagem sintetizada sem Ray Tracing (à esquerda) e a versão usando a nova tecnologia de iluminação, à direita (Foto: Divulgação/Nvidia)

A combinação de memória RAM de última geração com mais de 4 mil núcleos dão à RTX 2080 Ti uma capacidade de trabalho muito maior. A Nvidia demonstrou as duas placas rodando games em 4K, com vantagem para a recém-lançada, que passou com folga dos 60 fps, enquanto a antecessora trabalhou com dificuldades em 30 fps.

Com relação ao ray tracing, uma das grandes apostas dos games para o futuro, mais um ponto a favor da nova GPU. Segundo a fabricante, a arquitetura por trás de seu processador permite a execução das simulações de luz da tecnologia em tempo real, algo inviável nas GTX.

Isso acontece graças aos núcleos RTX de processamento, disponíveis na nova linha de placas – são como os CUDA tradicionais, mas dedicados exclusivamente ao ray tracing. A Nvidia afirma que essa característica torna o novo modelo 25 vezes mais rápido que a 1080 Ti.

Consumo

GTX 1080 Ti tem TDP parecida, mas aceita fonte um pouco mais fraca (Foto: Viviane Werneck/TechTudo)

GTX 1080 Ti tem TDP parecida, mas aceita fonte um pouco mais fraca (Foto: Viviane Werneck/TechTudo)

Se a RTX 2080 Ti traz alta performance, em contrapartida o consumo é igualmente superior. A Nvidia promete 250 Watts de energia para que a placa funcione durante alta demanda. O recomendado, portanto, é utilizar uma fonte poderosa de, pelo menos, 650 Watts para o PC.

A 1080 Ti também exige os mesmos 250 Watts para trabalhos mais puxados, com a diferença de que a placa pode funcionar com uma fonte inferior, de 600 Watts.

Versões

Versão Founders Edition da 2080 Ti é grande opção para quem quer o máximo desempenho (Foto: Divulgação/Nvidia)

Versão Founders Edition da 2080 Ti é grande opção para quem quer o máximo desempenho (Foto: Divulgação/Nvidia)

Ainda é cedo para saber qual fabricante vai entregar a melhor versão possível da nova placa, mas a própria Nvidia vai disponibilizar no mercado uma versão especial e limitada do lançamento, a Founders Edition. Com relação à 1080 Ti, é possível encontrar unidades de marcas como Asus, EVGA, Zotac e MSI.

Preço e disponibilidade

A GTX 1080 Ti está à venda no Brasil por preços a partir de R$ 3.700, podendo ir até R$ 4.500 caso a opção tenha overclock disponível de fábrica. A RTX 2080 Ti ainda não tem previsão de chegada ao país, mas já está em pré-venda nos Estados Unidos, com preço de US$ 1.299 – R$ 5.193 em conversão direta e sem impostos.

Qual placa de vídeo comprar? Saiba no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.