O Tinder possui uma lista com dez diretrizes de comunidade, que são regras de conduta a serem seguidas por todos os usuários para manter um ambiente saudável dentro da plataforma. As normas estão de acordo com os Termos de Serviço do app, e proíbem atitudes como discurso de ódio, spam, publicação de conteúdo sexual e a prática de golpes. Caso essas determinações sejam descumpridas ou violadas, o usuário pode ser expulso do serviço.

De acordo com o Tinder, o objetivo é permitir que todos os usuários se expressem livremente e não ofendam os outros. Caso o usuário encontre alguma conduta considerada imprópria, ele pode denunciar o perfil para que o aplicativo tome as providências. Veja abaixo a lista com dez coisas que são proibidas no Tinder.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Nudez ou conteúdo sexual

O Tinder não permite a publicação de fotos com nudez ou que mostre conteúdo sexual explícito. De acordo com as normas, fotos com poses consideradas sensuais demais, roupas íntimas provocantes, brinquedos eróticos ou posições obscenas e pornográficas podem ser excluídas. Em casos graves, a infração pode resultar na remoção definitiva da conta. A plataforma orienta que as fotos sejam elegantes e apropriadas para o público.

2. Comportamento inadequado

Os usuários do Tinder devem prezar pelo respeito durante conversas e interações com outras pessoas dentro do app. Caso haja comprovação de ofensas, ameaças ou atitudes consideradas inadequadas, o perfil pode ser excluído. A plataforma dá uma sugestão de comportamento: “Se você não fosse capaz de falar certas coisas cara a cara com alguém, não diga isso a ela no Tinder”.

3. Conteúdo violento

Perfis e fotos violentas, que contenham incitação ao ódio, serão removidos do Tinder. Isso envolve qualquer imagem que contenha atitudes consideradas perturbadoras para pessoas sensíveis, como violência física, ou até fotos de animais mortos, por exemplo. O Tinder deixa claro que o usuário pode ser banido da comunidade caso desrespeite essa regra.

4. Discurso de ódio

Tinder não tolera qualquer tipo de preconceito ou discurso de ódio (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

... > Tinder não tolera qualquer tipo de preconceito ou discurso de ódio (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

O Tinder tem uma política de tolerância zero contra discursos de ódio que envolvam intolerância ou racismo contra pessoa ou grupos com base na sua raça, etnia, religião, deficiência, sexo, idade, nacionalidade, orientação sexual ou identidade de gênero. Atitudes consideradas ofensivas nesse sentido podem resultar no banimento permanente do serviço.

5. Assédio

Qualquer situação que envolva perseguição, ameaça, intimidação, invasão de privacidade ou revelação de informações pessoais de outras pessoas, pode resultar no banimento do Tinder. Nesse sentido, o app deixa claro que até tirar prints de conversas e divulgá-las publicamente sem o consentimento do outro pode ocasionar em expulsão. A diretriz afirma que o Tinder se reserva o direito de banir qualquer usuário que tenha comportamento ameaçador, malicioso ou prejudicial a outros usuários.

6. Crianças desacompanhadas

O Tinder não permite a exibição de fotos de crianças ou menores de idade que não estejam acompanhadas por um adulto, mesmo que seja uma foto sua na infância no seu perfil. O Tinder deixa claro que pode remover a imagem, com a justificativa da preservação da segurança das crianças dentro da plataforma. "A segurança delas é mais importante que exibir sua fase mais fofa na infância", informa o serviço.

7. Golpes

Diretrizes do Tinder quer evitar golpes e fraudes (Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo)

Diretrizes do Tinder quer evitar golpes e fraudes (Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo)

Com a finalidade de prevenir golpes e atos fraudulentos ou ilegais, conhecidas como “scamming”, a rede social não tolera a troca de informações privadas ou senhas dentro da plataforma. Qualquer pessoa pode ser banida do Tinder caso tente obter dados bancários de outros usuários ou compartilhe suas próprias informações financeiras com a finalidade de receber dinheiro.

8. Violação de direitos autorais

O Tinder poderá excluir qualquer conteúdo que esteja sendo exibido no seu perfil e que você não detenha os direitos autorais ou não tenha autorização para o uso. Isso inclui imagens, textos, marcas registradas, nomes comerciais ou qualquer mídia copiada e reproduzida sem permissão na plataforma. A rede social deixa claro: “Se não lhe pertence, não pertence ao seu perfil do Tinder”.

9. Spam

Não é permitido Spam no Tinder. Enviar mensagens direcionando pessoas para sites externos por meio de links ou de outras formas é proibido, de acordo com os Termos de Serviço. A prática de spam pode levar ao banimento da rede social.

10. Divulgar informações privadas

Será possível iniciar conversa a partir do conteúdo que aparece no Feed (Foto: Divulgação/Tinder) (Foto: Divulgação/Tinder)

Será possível iniciar conversa a partir do conteúdo que aparece no Feed (Foto: Divulgação/Tinder) (Foto: Divulgação/Tinder)

Expor informações pessoais privadas publicamente no seu perfil, como número de telefone, documentos como CPF ou RG, endereço, senhas ou informações financeiras, pode levar à expulsão do Tinder. O app explica que criou o sistema de “double opt-in” (o chamado Match), em que duas pessoas têm que se aprovar mutuamente para iniciar uma conversa privada, justamente para evitar essa exposição pública de informações pessoais.

Qual o melhor aplicativo de paquera: Tinder, Badoo, Happn ou Fresh? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.