Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A DreamHack Masters Stockholm 2018 de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) terminou neste domingo (02), em Estocolmo, na Suécia, e consagrou a equipe dinamarquesa North como campeã. O time venceu a Astralis po 2 a 1, em uma melhor de três. Além da taça, os jogadores levaram o prêmio de US$ 100 mil, cerca de R$ 407.240. Já os brasileiros da MIBR decepcionaram e foram eliminados nas quartas de final pela Astralis. Veja, a seguir, os principais destaques das partidas.

North leva o título da DreamHack em Estocolmo após vencer Astralis por 2 a 1 (Foto: Divulgação/ Jennika Ojala)North leva o título da DreamHack em Estocolmo após vencer Astralis por 2 a 1 (Foto: Divulgação/ Jennika Ojala)

North leva o título da DreamHack em Estocolmo após vencer Astralis por 2 a 1 (Foto: Divulgação/ Jennika Ojala)

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A campanha da North começou na fase de grupos com vitórias sobre os chineses da Tyloo e sobre a Astralis, coincidentemente, com o mesmo placar da final: 2 x 1. Nas quartas de final, os dinamarqueses venceram a Natus Vincere pelo placar de 2 x 0 e garantiram a vaga na fase seguinte do torneio.

Já na semifinal, os campeões chegaram a enfrentar uma derrota nada convencional de 16 x 0 contra a mousesports na Dust2. No entanto, os jogadores souberam lidar com a pressão e viraram a melhor de três, conquistando a vaga para a grande final da DreamHack.

A princípio, a final não foi tão equilibrada quanto o esperado: logo no primeiro jogo, na Dust2, a North atropelou a Astralis por 16 x 1. Foram 10 rounds seguidos de vitórias para a North, até a Astralis conseguir diminuir o placar e esboçar uma reação, com duas boas eliminações de Andreas "Xypex" Højsleth no round seguinte. Mathias "MSL" Lauridsen, entretanto, fez melhor com sua AWP, eliminou sozinho três adversários e evitou qualquer possível reação da Astralis.

Já nos primeiros rounds no Train, as equipes dinamarquesas mostraram maior equilíbrio. A Astralis não se abalou com o resultado da primeira partida e, apesar de estar no mapa escolhido pela North, mostrou que ainda estava viva no torneio. A equipe aplicou 16 x 6 com excelente atuação de Nicolai "dev1ce" Reedtz, que garantiu 12 eliminações com sua AWP. Entretanto, no último jogo da série, na Overpass, MSL brilhou novamente. O atleta liderou a North para a vitória de 16 x 11 e para o título da DreamHack Masters Stockholm.

Campanha da MIBR

Na fase de grupos, a MIBR começou seu caminho com vitória sobre a HellRaisers por 16 x 11. Em seguida, os brasileiros enfrentaram a mousesports no duelo que decidiria o primeiro classificado do Grupo D para as quartas de final da DreamHack. O resultado foi duas vitórias sem sustos da equipe, com destaque para o clutch de Tarik "tarik" Celik, no último round da série.

Gabriel "Fallen" Toledo e MIBR aguardam pelo próximo major de CS:GO (Foto: Divulgação/Adela Sznajder)Gabriel "Fallen" Toledo e MIBR aguardam pelo próximo major de CS:GO (Foto: Divulgação/Adela Sznajder)

Gabriel "Fallen" Toledo e MIBR aguardam pelo próximo major de CS:GO (Foto: Divulgação/Adela Sznajder)

Já pelas quartas de final, no entanto, a MIBR encarou os dinamarqueses da Astralis e foi eliminada pelo placar de 2 x 0 na melhor de três. Com parciais de 16 x 6 e 16 x 14, a equipe brasileira foi surpreendida pela atuação excelente do time adversário, com destaque para Lukas "gla1ve" Rossander, e deu adeus à competição. com o prêmio de US$10 mil, cerca de R$ 40.553.

Counter-Strike ainda é o melhor game FPS? Opine no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.