Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A AMD atualizou a linha de processadores Athlon com novas versões que aplicam a arquitetura Zen, já usada nas CPUs Ryzen e nas placas gráficas Vega. Os modelos Athlon 200GE, 220GE e 240GE podem ser considerados chips de entrada, competindo diretamente com as CPUs de baixo custo da Intel, como os Pentium e Celeron.

Os produtos estarão à venda nos Estados Unidos a partir do dia 18 de setembro por pelo menos US$ 55, cerca de R$ 226 em conversão direta e sem impostos. Vale ressaltar que o valor será atribuído ao mais simples, 200GE, e ainda não há previsão de lançamento dos componentes no Brasil.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Athlon 200GE traz nova arquitetura e processador gráfico Vega para a linha de baixo custo da AMD (Foto: Divulgação/AMD)Athlon 200GE traz nova arquitetura e processador gráfico Vega para a linha de baixo custo da AMD (Foto: Divulgação/AMD)

Athlon 200GE traz nova arquitetura e processador gráfico Vega para a linha de baixo custo da AMD (Foto: Divulgação/AMD)

A AMD não divulgou as especificações técnicas dos modelos 220GE e 240GE, tampouco seus preços. O que se sabe é que, por trazerem arquitetura Zen, todos os novos Athlon são compatíveis com placas AM4, as mesmas usadas por qualquer processador Ryzen no mercado.

O Athlon 200GE, único dos três com ficha técnica revelada, tem dois núcleos e oferece tecnologia hyper threading para funcionar como se fosse um quad-core. Em termos de velocidade, o processador chega a 3,2 GHz e registra TDP de 35 Watts, valor que indica a quantidade de calor produzida pelo chip. Portanto, a CPU promete ser econômica, interessante para PCs mais baratos e de uso doméstico.

Além disso, o modelo é equipado com três unidades computacionais Radeon Vega, dedicados ao processamento gráfico. Segundo a fabricante, esses núcleos dão ao componente a capacidade de funcionar para jogos mais leves em resolução HD.

Novos Ryzen Pro

Os Ryzen PRO trazem funcionalidades interessantes para máquinas corporativas (Foto: Divulgação/AMD)Os Ryzen PRO trazem funcionalidades interessantes para máquinas corporativas (Foto: Divulgação/AMD)

Os Ryzen PRO trazem funcionalidades interessantes para máquinas corporativas (Foto: Divulgação/AMD)

A linha Ryzen Pro, que agrega processadores de foco corporativo e usado em produtos OEM, também recebeu novidades com a chegada dos Ryzen 7 PRO 2700X, Ryzen 7 PRO 2700 e Ryzen 5 PRO 2600. Os produtos OEM dificilmente serão vendidos separadamente nas prateleiras, pois são mais comumente incluídos em computadores de marcas como Dell, Lenovo e HP.

Os modelos são basicamente novas versões dos Ryzen 7 2700X, Ryzen 7 2700 e Ryzen 5 2600, trazendo recursos importantes para aplicações em escritórios de grandes empresas. Os recursos incluem coprocessador para lidar com verificações de segurança, motores de processamento criptográfico, além de maiores períodos de garantia junto à AMD.

Como montar um PC gamer em 2018? Saiba no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.