Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


O Capcom Beat 'Em Up Bundle é uma coletânea recente que relembra fãs do clássico gênero Beat 'em Up sobre uma geração de ouro nos fliperamas e consoles, repleta de games de ação cooperativos nos quais os jogadores andavam pelas ruas de uma cidade e batiam em todos que ficassem no seu caminho. O gênero teve incontáveis games durante as décadas em que permaneceu um favorito da indústria. Por isso, vale a pena relembrar alguns dos melhores títulos de todos os tempos, como Double Dragon e Teenage Mutant Ninja Turtles.

Teenage Mutant Ninja Turtles (1989 - Fliperama, Nintendo 8 Bits)

Raramente a fórmula dos Beat 'Em Ups encontrou um casamento tão perfeito quanto com o da série Tartarugas Ninja pela produtora Konami. A ideia de um gabinete para quatro jogadores no qual cada um poderia encarnar um dos diferentes heróis: Leonardo, Donatello, Raphael e Michelangelo, caía como uma luva para a adaptação do famoso desenho animado na época. Para completar, sua jogabilidade era bem divertida, com golpes variados, interação com objetos do cenário, boa variedade de inimigos e vários chefes tirados direto do desenho.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Double Dragon (1987 - Fliperama)

Um dos primeiros grandes games Beat 'Em Up, o clássico Double Dragon deu início a vários elementos que se tornariam comuns nos jogos do gênero, como múltiplos inimigos em tela que exigiam mais do que alguns poucos golpes para serem derrotados. Para um título tão antigo, Double Dragon surpreendia com a quantidade de movimentos diferentes que podiam ser executados com os poucos botões que tinha, o que dava uma boa variedade à jogabilidade. Houve várias conversões do game para consoles 8-bits na época, mas elas não apresentavam uma experiência tão próxima dos fliperamas.

Battletoads (1991 - NES, Mega Drive)

Considerado um dos games mais difíceis de todos os tempos, Battletoads era também um Beat 'Em Up de altíssima qualidade que mesclava humor, desafio e ótimos controles. No papel dos sapos humanoides Rash e Zitzos, jogadores passam por uma grande quantidade de fases extremamente desafiadoras com diversos tipos de inimigos para resgatar seu terceiro companheiro Pimple e a Princesa Angelica. Um ponto que realmente marcou o estilo de combate dos Battletoads era como partes de seus corpos se transmutavam, fosse para dar socos com mãos gigantes ou chutes com botas enormes.

Streets of Rage 2 (1992 - Mega Drive)

Um dos maiores clássicos do Mega Drive, a série Street of Rage teve ótimos capítulos durante sua trajetória e possivelmente o melhor deles é o segundo game. A sequência evoluiu em todos os sentidos com gráficos melhores em relação ao original, novos movimentos para dar profundidade à jogabilidade e uma excelente trilha sonora com batidas marcantes. Na época o jogo foi considerado um dos melhores Beat 'Em Up e até hoje mantém a aclamação dos fãs.

Captain Commando (1991 - Fliperama, Super Nintendo)

O jogo que apresentou uma das equipes de super-heróis mais estranha já vista, Captain Comando trazia uma espécie de herói mascote da Capcom ao lado de um time de guerreiros estranhos como uma múmia que manuseava facas, um bebê em uma roupa robótica e um ninja. A estranheza, no entanto, era apenas um dos muitos fatores atraentes do game que alternava-se por diversos cenários nas mais variadas situações, com muita pancadaria. Jogadores dos fliperamas ainda podiam pilotar robôs com canhões de fogo e gelo, algo que não chegou a dar as caras na versão do Super Nintendo.

The Simpsons (1991 - Fliperama)

No embalo de Tartarugas Ninja, a Konami preparou um fliperama similar baseado na família animada de Os Simpsons. Também com quatro controles o gabinete permitia controlar Homer, Marge, Bart e Lisa em um arriscado resgate pela bebê Maggie. Cada personagem tinha seu próprio estilo de luta e havia ainda combinações que permitiam unir dois membros da família para criar golpes especiais. Além de tudo o game era muito bem animado e tinha várias referências à série, além de personagens originais.

Final Fight 3 (1996 - Super Nintendo)

O terceiro game da clássica trilogia Final Fight é um dos mais completos da saga apesar de não ter sido tão bem recebido quanto os outros dois na época. Assim como no game original temos o prefeito Mike Haggar em defesa de suas ruas com os próprios punhos, o retorno do ágil Guy e a introdução de dois novos personagens, Lucia e Dean, com uma forte ausência do clássico personagem Cody. Quando Final Fight 3 foi lançado a fórmula dos Beat 'Em Ups já estava um pouco cansada, mas não se deve ignorar todas as adições que ele trouxe para o gênero como os golpes especiais no estilo de Street Fighter Alpha.

Guardian Heroes (1996 - Saturn)

Enquanto o console da Sega não foi tão popular quanto o PlayStation em sua época, se sobressaía constantemente quando o assunto era jogos 2D, como Guardian Heroes. Desenvolvido pela clássica equipe da Treasure, responsável por alguns dos maiores clássicos em duas dimensões, Guardian Heroes apresentava uma evolução do Beat 'Em Up com história profunda, sistema de karma e progressão de níveis como em um RPG no qual o jogador podia melhorar os atributos de seu personagem entre uma fase e outra.

Fighting Force (1997 - PlayStation One, Nintendo 64)

Uma das primeiras tentativas de Beat 'Em Up em três dimensões, Fighting Force era um protótipo inicial para um possível Streets of Rage 4 até que a Sega desistiu do projeto. O game trazia uma boa jogabilidade, simples e com um bom nível de dificuldade, além de utilizar as três dimensões para apresentar ação por todos os lados e situações que não se esperaria nos antigos videogames. Fighting Force ganhou um lugar no coração dos jogadores também por ajudar na transição entre a era 2D e 3D.

X-Men (1992 - Fliperamas)

Talvez um Beat 'Em Up não tão rico quanto outros da lista, como Final Fight ou Streets of Rage, o jogo dos X-Men nos fliperamas ficou marcado não só pela diversão como também pelo seu gabinete. Este game em particular foi projetado para ser vendido em versões com um gabinete maior que o de costume, o qual contava com duas telas, uma ao lado da outra, e espaço para até seis jogadores ao mesmo tempo. Os X-Men também eram personagens que se encaixava muito bem com o gênero Beat 'Em Up por serem heróis muito conhecidos pelo seu trabalho em equipe.

Você ainda joga games retrô nos consoles? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.