Por Victor de Abreu, para o TechTudo

29/09/2018 17h37


A MIBR (Made In Brazil), equipe brasileira de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO), parou diante da Astralis e perdeu a final da BLAST Pro Series. A dinamarquesa emplacou, neste sábado (29), o sexto título consecutivo no ano de 2018. Após vencer a série melhor de três partidas (MD3) por 2-1, a Astralis conquistou o título em Istanbul e mostrou que a excelente fase do time continua. Por outro lado, Gabriel "FalleN" Toledo e seus companheiros lamentam mais uma derrota em uma série bastante equilibrada e buscam retornar ao caminho das grandes conquistas.

MIBR x Astralis (Jogo 1)

Na Train, um resultado desanimador para a equipe brasileira. Apesar de ter escolhido esse mapa, a MIBR não conseguiu se encontrar pelo lado TR, falhou nas rotações e foi dominada pelo lado CT impecável da Astralis, que fechou o primeiro half por 13-2. A probabilidade de uma virada com esse placar e contra uma equipe como a Astralis era muito baixa, mas a MIBR conseguiu buscar, ao menos, o segundo pistol para ter alguma esperança no primeiro jogo da série. Infelizmente, Nicolai "dev1ce" Reedtz estava inspirado, comandou sua equipe até fechar 16-3 e saiu na frente nesta melhor de três partidas (MD3).

MIBR x Astralis (Jogo 2)

Na Overpass, mapa da Astralis, houve um pouco mais de equilíbrio. A começar pelo pistol vencido pela MIBR, round em que a equipe tem apresentado uma péssima porcentagem de vitórias. Depois, em um round forçado, a Astralis buscou a igualdade e iniciou uma pequena sequência de rounds vencidos. Apesar da superioridade dos dinamarqueses, a MIBR não deixou que se distanciassem tanto no placar como na última partida, terminando o primeiro half em 10-5 para a Astralis. No segundo pistol, Jake "Stewie2k" Yip brilhou e deu esperanças para a equipe brasileira, que começou a encostar no placar.

A MIBR finalmente se encontrou pelo lado TR e começou a se impor para cima dos dinamarqueses. Pouco a pouco, a vantagem da Astralis foi sumindo, até a MIBR conquistar o empate em 14-14. Houve o pause, mas a equipe brasileira não perdeu o bom momento e conseguiu fechar a conta em 16-14, empatando a MD3.

MIBR x Astralis (Jogo 3)

O começo de jogo na Inferno foi praticamente idêntico ao do último jogo: MIBR vence o pistol round, mas perde o round seguinte no forçado da Astralis. Foram seis rounds em sequência dos dinamarqueses até a MIBR conseguir fazer um bom round armado e começar a diminuir o prejuízo. Apesar de a Astralis conseguir vencer esse half por 8-7, a equipe brasileira saiu no lucro e com um bom momento para o segundo half, onde conseguiu buscar o empate em 12-12 em rounds equilibrados. No fim, a Astralis se recuperou e conseguiu a vitória

... em um final emocionante, 16-14.

Com a vitória, a Astralis leva para casa US$125 mil de premiação (cerca de R$ 500 mil em conversão direta). Apesar da derrota, a MIBR adquire confiança para as próximas competições após conseguir bater de frente com o melhor time do mundo atualmente. A classificação completa da competição você pode conferir logo abaixo:

Counter-Strike ainda é o melhor game FPS? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.