Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A Apple teve um prejuízo milionário em seu país de origem, os Estados Unidos: dez pessoas foram presas após uma série de roubos em lojas da marca na Califórnia, que causou prejuízos estimados em mais de US$ 1 milhão (mais de R$ 4 milhões em conversão direta) na última semana. Os infratores fazem parte de um grupo ainda maior, com 17 integrantes identificados até o momento, mas que ainda não foram encontrados pelas forças policiais.

Os assaltos sem armas ou grande sofisticação tornaram-se recorrentes nas últimas semanas nas lojas da empresa, as Apple Stores, espalhadas pelo estado norte-americano.

As ações dos criminosos eram bastante simples. Individualmente ou em grupo, os bandidos entravam em lojas da Apple encapuzados e roubavam o maior número possível de produtos em amostra, tudo em movimentos rápidos que duravam poucos segundos. Em alguns casos, mais de US$ 20 mil (cerca de R$ 80 mil) em mercadorias eram levados de uma só vez.

Os primeiros envolvidos foram identificados em 12 de setembro após uma perseguição da polícia. Durante a fuga, três criminosos foram presos. Os demais suspeitos estão sendo procurados.

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

Quanto vai custar o novo iPhone XS no Brasil? Usuários opinam no Fórum TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.