Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Raquel Freire, para o TechTudo


Os robôs têm evoluído cada vez mais nos últimos tempos. Atualmente já existem modelos que ajudam no dia a dia, participam de estudos e pesquisas, e até os sexuais. Com Inteligência Artificial e Machine Learning, por exemplo, essas máquinas prometem ajudar muito no futuro.

Independente do tipo de uso, alguns androides são bem assustadores, com formas que vão desde cobra aquática até uma criança que grita por ajuda. Conheça a seguir cinco modelos tão ou mais perturbadores que a Sophia, primeira cidadã robô do mundo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Pediatric Hal

O Pediatric Hal é um robô-criança que sangra, grita, reclama de dor e apresenta muitos problemas de saúde. Pode parecer um pesadelo, mas na verdade é um simulador para estudantes e profissionais da medicina aprenderem a lidar com pacientes em fase infantil.

Mesmo autoproclamado "o mais avançado simulador de paciente pediátrico do mundo" pela Gaumard, sua desenvolvedora, o Pediatric Hal S2225 tem aparência um pouco desagradável. Suas expressões faciais não são realistas e, ao se mexer, a pele do boneco gera um efeito assustador.

2. Female Figure

Quem tinha pavor da loira do banheiro quando criança pode relembrar esse medo ao se deparar com a "Female Figure", robô criado pelo artista Jordan Wolfson. Com visual que parece ter vindo diretamente de um filme de terror, ela dança na frente de um espelho enquanto faz contato visual com os espectadores. A androide consegue isso graças às câmeras instaladas em seus olhos, que funcionam em conjunto com tecnologia de reconhecimento facial.

Ao contrário dos outros robôs da lista, porém, seu aspecto assustador é proposital – e isso é nítido. A ideia do artista plástico americano foi denunciar o quão horrível é a objetificação das mulheres e a noção idealizada de feminilidade.

3. SpotMini

Do tamanho de um cachorro grande, o SpotMini foi criado pela Boston Dynamics para ser um assistente para casa e escritório. Ele tem diversos sensores de movimento e câmeras de profundidade que fazem com que a máquina consiga subir escadas, desviar de obstáculos e até pegar e manipular objetos.

Mas a verdade é que a máquina parece um personagem de ficção científica. O mecanismo para segurar pequenos objetos é uma cabeça de dinossauro, embutida em um longo pescoço – o que não ajuda muito a transformar a figura em algo amigável.

4. Robotic Mouth

O Robotic Mouth é outra criação que aparenta ser horripilante de propósito, mas não é. O sistema, criado pelo professor Hideyuki Sawada, da Universidade de Kagawa, no Japão, tem como objetivo descobrir como reproduzir a voz humana. Para isso, ele conta com uma bomba de ar que simula os pulmões, cordas vocais falsas, língua de silicone e as cavidades bucal e nasal que abrem e fecham para emitir os sons.

5. Eelume

Olhando a Eelume em movimento, é impossível não pensar que o robô é uma serpente marinha. Mas seu objetivo é bem mais amistoso: fazer inspeção e conserto de infraestruturas submarinas, como dutos de petróleo e gás.

O corpo flexivel e estreito, que se move como uma cobra, consegue suportar fortes correntes oceânicas. Em toda sua extensão podem ser acoplados sensores e ferramentas, fazendo com que a Eelume possa ser usada para diferentes tipos de reparos, de acordo com a necessidade.

Quais são os robôs mais curiosos da atualidade? Veja no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.