Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Thiago Rocha, para o TechTudo


A Moderninha Pro, do PagSeguro, e a nova SumUp Total, da empresa europeia SumUp, são duas das melhores máquinas de pagamento à venda no mercado nacional. Os modelos possuem praticamente os mesmos recursos e especificações, aceitam diversos tipos de cartão, não cobram mensalidade e permitem imprimir na hora o comprovante físico das transações.

Ambos os dispositivos funcionam de forma autônoma, dispensando o auxílio de um smartphone, uma vez que são equipados com conexão Wi-Fi, Bluetooth e 3G. Antes de comprar uma das maquininhas, conheça a seguir as principais características de cada uma e veja quais as bandeiras aceitas, taxas cobradas e as opções de parcelamento, assim como os preços e garantias.

Quer comprar celular, smart TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Moderninha Pro

A Moderninha Pro é a máquina de cartões mais completa do PagSeguro. Sem aluguel, nem taxa de adesão, o modelo costuma ser procurado por donos de estabelecimentos comerciais com alto volume de vendas no cartão, como lojas, restaurantes e supermercados. A fabricante afirma que o aparelho é indicado para a frente de caixa, pois imprime recibo e suporta um volume alto de transações diárias.

Em termos técnicos, a Moderninha Pro conta com conectividade Wi-Fi, Bluetooth e chip para usar pacote de dados, o que dispensa o celular para realizar as vendas. Um ponto negativo é que a bateria dura apenas 6 horas e precisa ser frequentemente recarregada, sendo um impasse para quem trabalha com entregas e não tem a possibilidade de recarregá-la de tempos em tempos.

O equipamento ainda conta com uma tela touchscreen e compartimento para bobinas, que permite imprimir os comprovantes de pagamento. O PagSeguro disponibiliza um aplicativo próprio para celulares Android e iPhone (iOS), por onde é possível acompanhar as vendas, cadastrar produtos, gerar relatórios e enviar comprovantes por e-mail ou SMS.

SumUp Total

A Total, da SumUp, também trabalha de forma independente, sem precisar de um celular ou tablet para realizar as vendas. Ela foi lançada recentemente no mercado, mas tem dispertado o interesse dos consumidores, já que traz recursos semelhantes ao da maquininha do PagSeguro. Seu principal destaque é a bateria, que promete o maior tempo de duração da categoria, aguentando até 25 horas de uso por recarga.

Assim como a Moderninha Pro, a SumUp Total aposta em um design típico das máquinas de cartões, com direito a teclado físico, tela colorida e compartimento de bobina. O modelo permite vizualizar o relatório de venda diário no próprio visor e oferece a possibilidade de imprimir os recibos de vendas.

Para quem são indicadas?

Tanto a Moderninha Pro quanto a SamUp Total são voltadas principalmente para os médios e grandes empreendedores que querem reduzir os custos com as máquinas de cartões. Isso porque ambos os modelos não cobram aluguel ou taxas de adesão, uma vez que são comprados. Os dispositivos também são ideais para as novas empresas ou profissionais que querem oferecer a opção de pagamento com cartões de crédito e débito, mas não abrem mão dos comprovantes de vendas, muitas vezes solicitados pelos clientes.

É importante ressaltar que a Total promete ser uma melhor opção para quem trabalha com entregas e feiras, por exemplo. A máquina da SamUp oferece quatro vezes mais bateria do que a do PagSeguro, o que facilita bastante o uso em ambientes externos.

Cartões e bandeiras aceitas

Neste quesito, a Moderninha Pro leva vantagem, já que aceita todas as bandeiras disponíveis em território nacional, de acordo com o PagSeguro. A máquina é compatível com cartões de crédito e débito das bandeiras Mastercard, Visa, Elo, Cabal, Hipercard e Hiper. Além disso, o equipamento permite fazer compras pelo leitor magnético com American Express e Diner’s Club International.

Outro ponto positivo é que a Moderninha Pro ainda oferece a possibilidade de receber pagamentos de cartões de alimentação da Alelo, Sodexo, Ticket e VR. Entretanto, é necessário fazer um contrato individual com as empresas responsáveis pelas bandeiras.

A SamUp Total, por sua vez, também aceita os cartões de crédito e débito das bandeiras Visa, Elo, Mastercard, Hipercard e Hiper. No entanto, não tem suporte às bandeiras de Vale-Refeição e Vale-Alimentação. A fabricante afirma que está trabalhando para aceitar novas empresas de cartões e, assim que uma bandeira ficar disponível, a maquininha vai aceitá-la automaticamente.

Taxas e parcelamento

A Moderninha Pro e a Total estão insentas de encargos de adesão ou aluguel, mas, assim como qualquer outra máquina de cartões, elas combram taxas sob o valor das operações. O dispositivo da SamUp cobra uma tarifa única de 2,3% a cada venda no débito, já a Moderninha Pro cobra uma taxa de 2,39%. Ambas, oferecem a possibilidade de receber o dinheiro decorrente de débitos em até um dia útil, seja na conta bancária ou no cartão pré-pago oferecido pelas empresas.

Já as transações no crédito possuem taxas e prazos diferentes. A máquina do PagSeguro tarifa de acordo com o tempo de recebimento escolhido pelo dono do equipamento e também pelo tipo de operação: à vista ou parcelada (veja na tabela abaixo). Há, ainda, um acréscimo de 2,99% a cada parcela.

Na maquininha da SumUp, as taxas para pagamentos no crédito são cobradas de acordo com o plano escolhido pelo dono do dispositivo. O plano Antecipado cobra 4,60% nos pagamentos à vista e mais 1,50% a cada parcela. O comerciante recebe o valor das vendas em até um dia útil. A outra opção, plano Econômico, tarifa as operações à vista em 3,10% e as compras parceladas (até 12 vezes) em 3,90%. Nesse caso, o proprietário recebe em parcelas a partir de 30 dias.

Preço e garantia

A Moderninha Pro é a segunda máquina de cartões mais cara do PagSeguro, perdendo apenas para o modelo Smart. O preço oficial do equipamento é de R$ 718,80 e pode ser dividido em até 12 vezes de R$ 59,90. A fabricante oferece até 5 anos de garantia contra defeitos de fabricação e realiza gratuitamente a reposição das bobinas de impressão.

A SumUp Total também custa R$ 718,80 e pode ser dividida em até 12x de R$ 59,90. No entanto, se diferencia por oferecer o dobro de garantia da sua concorrente, 10 anos, segundo a própria marca. A SumUp não cobra frete para entregar o produto em sua residência e também faz a reposição das bobinas de impressão gratuitamente.

Máquinas de cartão de crédito no celular são seguras? Descubra no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.