Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Cristiane Oliveira da Silva, para o TechTudo — Rio de Janeiro


Algumas impressoras à venda no mercado brasileiro possuem funções como aumentar a durabilidade dos cartuchos, gerenciar o modelo, entre outros. Mas, para isso, é necessário seguir alguns passos desde a instalação. Como os aparelhos podem ser utilizados sem a instalação dos drivers, é muito comum que esses recursos passem despercebidos.

Pensando nisso, o TechTudo reuniu seis dicas sobre como começar a utilizar sua nova impressora e ter acesso a alguns recursos que podem melhorar a experiência com o dispositivo. Vale ressaltar que as dicas também valem para usuários que já tenham um modelo em casa.

Quer comprar uma impressora barata? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Como tirar cópia pela impressora Epson L355?

Como tirar cópia pela impressora Epson L355?

1. Prepare os equipamentos para instalação

Antes de iniciar a instalação, certifique-se de que seu computador e roteador Wi-Fi estejam ligados. Então, retire todos os itens da caixa da impressora e confira no manual de instruções se os cabos estão corretos. Além disso, verifique a fabricante e o modelo do seu dispostivo: você poderá precisar dessas informações mais adiante. Geralmente, o aparelho vem acompanhados de cabos de alimentação e USB, especialmente, se a impressora não possuir função wireless.

É importante também verificar se há alguma impressora já instalada em seu computador. Para conferir, basta acessar o "painel de controle" no Windows, ou "preferências de sistema" no macOS e checar se há algum equipamento listado na seção "hardware/impressoras". Se for o caso, você pode desinstalar os drivers antigos ou definir uma impressora padrão, conforme explicaremos a seguir.

2. Instale os drivers da fabricante

Se houver algum CD de instalação na caixa da sua impressora, você pode inseri-lo em seu computador e começar a fazer a instalação completa do pacote de serviços fornecidos pela fabricante. De qualquer forma, as empresas costumam disponibilizar os drivers necessários em seus sites oficiais. Portanto, basta procurar pela seção de suporte para fazer o download dos arquivos necessários.

A ação é interessante porque, além de fazer a comunicação entre impressora e computador, geralmente, os softwares trazem recursos extra. Algumas fabricantes, por exemplo, permitem ao usuário acompanhar o nível de tinta dos cartuchos e fazer edições em imagens e fotos a partir do próprio programa.

3. Verifique se há atualizações de software

Com o software mais recente, o seu equipamento tem segurança garantida, além de maior rapidez em algumas funcionalidades. Além disso, pode ser que a marca tenha incluído novas funções desde que o produto ficou disponível para comprar. Essa etapa vale, principalmente, para a instalação por meio do CD. Ainda assim, é interessante conferir a versão do programa, caso tenha baixado direto do site.

Geralmente, há um campo para verificar se há atualizações no próprio software da impressora. Caso não o encontre, é possível buscar se por novos drivers na própria página de suporte da fabricante. Dessa forma, você pode configurar alguns recursos extras, como o compartilhamento de impressoras, conforme veremos no item a seguir.

4. Compartilhe a impressora na rede

Agora que você já instalou os drivers atualizados e conectou os cabos que vieram com a sua impressora, é possível compartilhar o equipamento na rede. Uma opção é o compartilhamento a partir das "configurações de impressora", pelo sistema operacional do seu computador. Você pode fazer isso no “painel de controle” do Windows, ou em “preferências de sistema” no macOS.

O Google Cloud Print também realiza o procedimento. Por meio do serviço é possível imprimir seus documentos a partir de qualquer dispositivo e em qualquer lugar. Para configurar sua impressora, é necessário ter o Google Chrome instalado. No navegador, clique no menu "barra de ferramentas" e, em seguida, selecione "configurações". Clique na opção "Mostrar configurações avançadas", role a tela para baixo e selecione "adicionar impressoras", na seção "Google Cloud Print".

É importante lembrar que, para utilizar as configurações acima, os dispositivos que funcionam sem fio devem permanecer online na rede doméstica. No caso de impressoras que estabelecem a comunicação via USB, o computador que estiver conectado ao aparelho deverá ficar ligado e conectado à rede.

5. Gerencie a impressora e os suprimentos

Caso mais de uma impressora esteja conectada, você poderá selecionar qual equipamento vai ser utilizado como padrão em “configuração de impressoras”. É possível acessar essa configuração a partir do “painel de controle” no Windows ou das “preferências de sistema” no macOS.

Além disso, o driver permite verificar o nível de tinta dos cartuchos, o que facilita no planejamento para a reposição de suprimentos. Outra dica interessante é configurar o modo “rascunho rápido” para a impressão de documentos para leitura, aumentando consideravelmente a vida útil dos cartuchos.

6. Faça o alinhamento dos cartuchos

O alinhamento dos cartuchos é muito importante para garantir uma impressão precisa e econômica de documentos e imagens. O procedimento deve ser feito toda vez que for inserido uma nova unidade na impressora. É possível fazê-lo pelo próprio sistema operacional ou pelo software da fabricante.

Primeiro, verifique se no software oficial há a opção de “alinhamento de cartucho” ou “impressão de página teste”. Caso não encontre essa opção, opte pelo "painel de controle", no Windows, ou "preferências de sistema", no macOS. Em seguida, selecione "configurações de impressora". Ao imprimir a página teste, seu equipamento estará realizando o alinhamento dos cartuchos.

Qual a melhor impressora boa e barata? Opine no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.