Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Além dos novos Huawei Mate 20 e Mate 20 Pro, a Huawei anunciou um novo formato de cartão de memória para smartphones. Batizado de NM Card (Nano Memory Card), o modelo tem o mesmo contorno de um chip nano-SIM de telefonia, e é, até o momento, compatível apenas com os novos celulares da marca, lançados na última terça-feira (16) em Londres, no Reino Unido. O cartão chega a ser 45% menor que o microSD, presente em quase todos os celulares do mercado, e pode ajudar a economizar espaço físico nos telefones do futuro.

Durante a apresentação, a companhia apresentou apenas uma unidade com armazenamento de 256 GB e velocidade de até 90 MB/s (megabytes por segundos). A expectativa é de que outros modelos estejam disponíveis no futuro. Ainda não há previsão de preços e data para início das vendas.

Como funciona?

Ao usar o mesmo design de um cartão nano-SIM, é possível colocar cartões de memória na mesma bandeja dos chips telefônicos. Na prática, isso significa que os donos dos novos Huawei Mate 20 e Huawei Mate 20 Pro – além de outros lançamentos que por ventura migrem para o novo formato –, poderão escolher entre usar dois chips de operadora ou, então, uma linha telefônica e expandir o armazenamento ao mesmo tempo.

Além disso, o novo formato não traz muitas diferenças no funcionamento se comparado com o cartão microSD. Em outras palavras, para utilizar o NM Card, basta colocá-lo na bandeja de celular. Depois, o componente será reconhecido automaticamente para que ele possa ser utilizado normalmente.

Vantagens e desvantagens

A ideia da Huawei tem lá suas vantagens. A primeira delas é comprimir o tamanho do cartão de memória, já que o design do NM Card, ao seguir as características de um nano-SIM, ocupa menos espaço no interior do telefone, algo que as fabricantes buscam em cada lançamento. O esforço, no entanto, pode trazer desvantagens, uma vez que outras marcas precisam adotar o padrão para que a novidade ganhe popularidade.

Outro ponto negativo é o preço. Diferentemente dos cartões microSD, que já são fabricados por diversas marcas diferentes, de início, a expectativa é de que haja uma oferta menor de NM Cards disponíveis no mercado, o que pode elevar o custo ao consumidor. Até o momento, apenas a Huawei e a Toshiba irão produzir acessórios no novo formato.

Android: cinco dicas para ganhar mais espaço no celular

Android: cinco dicas para ganhar mais espaço no celular

Qual é o melhor celular premium à venda no Brasil? Descubra no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.