Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Apple lançou o primeiro iPod em 23 de outubro de 2001, revolucionando a maneira de ouvir música. A chegada do modelo ao mercado representou a queda da venda de CDs e inaugurou a fase de compra de faixas musicais online. O dispositivo foi o primeiro grande sucesso da fabricante após a volta de Steve Jobs. Seu desempenho, inclusive, financiou o desenvolvimento do primeiro iPhone, lançado em 2007.

Ao longo dos anos, o iPod acumulou algumas curiosidades interessantes, com novos modelos, versão em ouro, entre outras. Com a chegada do aniversário de 17 anos do aparelho, o TechTudo reuniu seis fatos sobre o player da maça que marcou época.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

Codinome Dulcinmer

Na fase de desenvolvimento, o iPod era tratado pela equipe de engenheiros pelo codinome Dulcinmer. Esse é o nome em inglês do dulcimer, um instrumento de cordas de origem medieval. O termo fazia referência à vocação do dispositivo para armazenar e tocar músicas.

Mais tarde, a aparência do protótipo serviu de inspiração a Vinnie Chieco, um profissional contratado para nomear o novo produto. Ele aliou o design sóbrio com linhas retas do player ao filme 2001: Uma Odisseia no Espaço, e usou o termo “Pod” da frase “Open the pod bay door, Hal!” (“Abra o compartimento da cápsula, Hal”, em tradução livre), dita no longa-metragem.

Aparelho revolucionário

O iPod foi lançado quando já havia uma certa cultura em torno de players portáteis. No entanto, assim como aconteceu com o iPhone mais tarde, o salto de qualidade do produto da Apple foi responsável por uma popularidade meteórica. O iPod não era só mais bonito e melhor construído que os modelos rivais, mas trazia também o inovador controle clickwheel para mudar a forma como usuário controlava o aparelho.

Além disso, em uma época sem streaming, a memória do player era essencial para guardar a maior quantidade possível de músicas para ouvir a qualquer hora. O modelo original vinha com "fartos" 5 GB, armazenamento logo dobrado pela Apple. O aparelho passou a oferecer mais espaço ano após ano, chegando, em 2007, com 160 GB no iPod Classic.

Evolução

O iPod teve, ao todo, cinco modelos lançados com duas a sete gerações cada. O iPod Classic foi até a sexta geração, em 2014, com melhorias principalmente no armazenamento. A versão Nano, que substituiu o modelo Mini, oferecia opções mais simples, com menos memória e corpo mais compacto. Em 2010, o Nano ganhou formato quadrado e passou a incluir tela sensível ao toque. Já em 2012, o design se alongou, aproximando-se do visual empregado no iPod Touch.

O iPod Touch foi o modelo mais avançado lançado pela Apple. Com aspecto semelhante ao do iPhone, ele incorporou tecnologias que viriam a aparecer apenas em smartphones modernos, como câmera HD para FaceTime, processador sofisticado, Siri, tela Retina e acesso à App Store.

Houve ainda o iPod Shuffle, modelo sem tela LCD com foco na portabilidade. Entre 2005 e 2010, o player mudou de visual três vezes: partiu de um design de controle remoto para um formato retangular, voltou para o aspecto alongado e terminou como uma caixinha de metal com corpo de alumínio.

O iPod mais caro do mundo

Em 2009, a marca de luxo do designer Stuart Hughes lançou a versão mais cara do mundo do iPod Touch. O iPod Touch Supreme, como foi chamado, trazia uma carcaça construída com 149 gramas de ouro de 22 quilates, e acabamento externo composto por 300 diamantes de alta qualidade, com grau de clareza VVS1, próximo da perfeição.

O aparelho contava com detalhes até nos botões de navegação, feitos com 16 gramas de ouro, cravados com 12 diamantes e cercados por um diamante cor-de-rosa. O modelo de luxo teve preço estimado em US$ 230 mil, equivalente a R$ 853 mil na cotação atual.

Descontinuado pela Apple em 2017

Em julho de 2017, a Apple encerrou as vendas dos iPod Nano e iPod Shuffle, dando fim aos formatos mais portáteis do player. As vendas do iPod Classic já haviam terminado em setembro de 2014, 13 anos depois do lançamento. Os dispositivos acabaram ficando ultrapassados por não possuírem Wi-Fi integrado, o que obrigava usuários a transferir músicas por meio de um computador com iTunes instalado.

O iPod Touch passou a ser o único modelo comercializado pela Apple. Na ocasião, o aparelho ganhou upgrade de armazenamento, passando a ficar disponível nas opções de 32 GB ou 128 GB. Na loja da Apple, ainda é possível comprar o iPod Touch por R$ 1.299, ou R$ 1.999 na variante com mais memória. O dispositivo não deve ganhar novas versões.

Ainda é possível comprar um iPod antigo

Modelos antigos do iPod continuam disponíveis em lojas online mesmo depois de descontinuados pela Apple. O iPod Shuffle, por exemplo, pode ser encontrado no e-commerce brasileiro por cerca de R$ 500. Em sites de produtos usados, o iPod Classic de 160 GB pode ser encontrado por preços entre R$ 2 mil e R$ 2,5 mil. O iPod Nano usado é mais barato: a quarta geração pode ser adquirida online por cerca de R$ 400.

Como baixar o WhatsApp no iPod Touch? Saiba no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.