Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Natus Vincere é a campeã da BLAST Pro Series Copenhagen 2018 de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO). Após excelentes jogos no grupo único, onde conseguiu derrubar grandes forças do cenário como a MIBR (Made In Brazil) e a Astralis, a equipe de Oleksandr "s1mple" Kostyliev manteve as boas atuações e bateu a Ninjas in Pyjamas na final da competição e levou para casa a taça e o prêmio, de US$125 mil, cerca de R$460 mil. Já a MIBR teve uma atuação muito abaixo do esperado e acabou eliminada da BLAST Pro Series 2018 sem vencer. Veja agora como foram os jogos na decisão do torneio.

Jogo 1: Vitória da Natus Vincere

Na Mirage, a Natus Vincere conseguiu manter o controle do jogo ao vencer o primeiro pistol e assegurar uma boa vantagem no decorrer da primeira metade. Em especial, com uma boa colaboração de Denis "electronic" Sharipov, que conseguiu três eliminações no 12° round, impediu que os suecos encostassem no placar e possibilitou sua equipe a fechar a primeira metade em 9-6. Na virada de lados, Na'Vi viu a NIP empatar o placar, mas, então, apareceu Egor "flamie" Vasilyev para fazer um clutch com apenas 15 de hp e impedir a virada de seus adversários. A partir desse momento, bastou a Na'Vi administrar e fechar a conta em 16-10.

Jogo 2: Vitória da Natus Vincere

Em seu mapa de escolha, Inferno, a Na'Vi inicou perdendo o pistol, arriscou um forçado no segundo round e conseguiu sair vitoriosa. Apesar da vitória da NiP no round seguinte e a oportunidade de quebrar a economia adversária, a Na'Vi continuou com a superioridade e emplacou vários rounds em sequência até Christopher "GeT_RiGhT" Alesund e Patrik "f0rest" Lindberg diminuirem o prejuízo para a NIP. No final da primeira metade, vitória apertada da Na'Vi por 8-7. E a segunda metade já começou com uma jogada incrível de Denis "electronic" Sharipov no pistol, onde, sozinho, levou três jogadores da NIP e ainda teve tempo para defusar a bomba. Apesar de precisar fazer alguns rounds econômicos, a Natus Vincere mostrou boas leituras de jogo, fechou a conta em 16-12 e levou a taça para casa.

A classificação completa e suas respectivas premiações você pode conferir na tabela logo abaixo. Lembrando que a Cloud9 venceu a Astralis em um Pro Standoff antes da final e levou mais US$20 mil, cerca de R$73 mil, para casa.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.