Por Filipe Garrett, para o TechTudo

12/11/2018 09h00 Atualizado 2018-11-12T11:00:52.978Z

As GeForce RTX 2080 e RTX 2080 Ti, da nova geração de placas de vídeo da Nvidia, são as mais poderosas da fabricante no momento. Os modelos têm suporte à tecnologia ray-tracing e ao 4K, prometendo rodar jogos pesados sem travamentos, mesmo com configurações de imagem no máximo.

As GPUs já estão à venda no Brasil, sendo encontradas por preços entre R$ 4.200, para RTX 2080 mais básica, e cerca de R$ 10 mil para a versão Ti. Confira a seguir as principais características de cada uma e saiba qual é a melhor opção para você.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Especificações

As duas placas estão entre as mais poderosas do mercado no momento, mas ainda assim é possível perceber que há vantagem em favor da Ti na comparação das especificações técnicas e do desempenho. Para começar, a 2080 Ti tem um total de 4.352 núcleos CUDA contra 2.944 da RTX 2080. Essas são as unidades de processamento presentes no interior dos processadores gráficos da Nvidia e uma quantidade maior dessas unidades se traduz em capacidade de trabalho maior da placa. Sendo assim, a GPU pode dar conta de volume de informações superior em menor espaço de tempo.

A velocidade nominal de cada uma, por sua vez, se comparada, indica que a 2080 Ti é mais lenta. Em clock base, a RTX 2080 roda a 1.515 MHz contra 1.350 MHz da Ti. No Turbo, mais uma vez a RTX 2080 parece mais rápida, já que atinge 1.710 MHz contra 1.545 MHz da versão Ti. Entretanto, como a versão Ti tem mais núcleos trabalhando ao mesmo tempo, a diferença de velocidade acaba não surtindo efeito.

Em termos de memória RAM, as duas placas empregam o novo padrão GDDR6, mas em quantidades diferentes. A RTX 2080 Ti tem 11 GB de RAM, enquanto a 2080 “comum” fica com 8 GB. Além disso, a primeira utiliza uma interface de ligação maior entre GPU e RAM, a 352 bits, enquanto a segunda trabalha em 256 bits. Isso significa que a 2080 Ti troca dados entre os componentes a 616 GB/s, velocidade acima dos 448 GB/s da 2080. Quanto maior a interface, maior o volume de dados e a velocidade com que a placa trabalha.

Desempenho

Como apontam os números, as especificações técnicas dão uma ampla margem de vantagem à RTX 2080 Ti sobre a RTX 2080 e, como era de se esperar, isso se manifesta diretamente no desempenho em condições reais. O blog Digital Foundry, do site Eurogamer, altamente especializado no aspecto técnico da indústria de games, realizou uma bateria de testes com games famosos. E os resultados não deixam muitas dúvidas: no Battlefield 1, com configurações gráficas no máximo, a placa top de linha da Nvidia foi 22% mais rápida que a 2080, registrando marcas acima dos 100 frames por segundo.

Outro título usado foi o exigente Assassin’s Creed Unity. Nesse jogo, a 2080 Ti conseguiu chegar aos 60 quadros por segundo ao rodar o jogo com as configurações no máximo e em qualidade 4K, enquanto a RTX 2080 oscilou na média dos 46 quadros por segundo. Em outro game recente, Wolfenstein 2, a Ti mais uma vez aplicou vantagem de 22%.

Nada disso tira da RTX 2080 o status de uma boa placa. As análises apenas reforçam a impressão de que a Ti se destaca sobretudo em situações em que o usuário pretende rodar os jogos a 4K. A 2080, embora capaz de rodar jogos nessa resolução, pode perder em termos de desempenho, com taxas de frames por segundo flutuando abaixo dos ideais 60 fps. Além disso, a qualidade de imagem também pode sofrer uma certa perda

... com filtros e tecnologias de suavização desligadas nas configurações de jogo. Essa diferença torna a RTX 2080 uma placa mais interessante para se jogar na resolução de 1440p, também conhecida como 2K.

Consumo

Com grande performance gráfica, vem o alto consumo elétrico. Embora mais eficientes que a geração antiga, as novas placas da Nvidia registram valores de TDP bem altos, o que pode significar um impacto na sua conta de luz e até no conforto na hora de jogar.

A 2080 Ti tem TDP de 250 Watts. Portanto, em situação de demanda máxima, a placa libera o equivalente de energia como calor, o que vai exigir bastante da ventoinha do PC – e, com isso, bastante ruído. A RTX 2080, por sua vez, gasta e esquenta um pouco menos, com 215 Watts de TDP. Apesar disso, a temperatura liberada ainda vai ser alta, assim como o trabalho das ventoinhas e, provavelmente, o ruído das mesmas. Para usuários que se irritam com o hardware barulhento, vale a pena buscar versões vendidas com sistemas de refrigeração líquida.

Preço e versões

O mercado brasileiro já apresenta algumas versões das duas placas. É possível encontrar unidades de Zotac, EVGA, Galax, Asus e Gigabyte no varejo nacional, todas com suas particularidades, como overclocks de fábrica e detalhes que fazem os preços flutuar bastante. A RTX 2080 mais em conta atualmente é a Blower, da Zotac, que pode ser encontrada a partir de R$ 4.227. Logo em seguida aparece a Gaming OC, da Gigabyte, com ofertas a R$ 4.493.

Com relação à Ti, os preços são ainda mais altos. A versão Gaming OC, por exemplo, está à venda por R$ 10.225 no momento. Já a Zotac Amp custa um pouco menos: R$ 8.650. Por agora, o valor mais baixo pela RTX 2080 Ti no e-commerce é vendida pela Galax, por R$ 7.800.

Como montar um PC gamer em 2018? Saiba no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.