Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Julio César Puiati, para o TechTudo


O Brasil chegou longe no DreamHack Atlanta 2018 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), mas amargou o vice-campeonato na grande final, neste domingo (18). A Luminosity Gaming perdeu para a Team Vitality por dois mapas a zero em uma série melhor de três (MD3). Os brasileiros Gustavo "yeL" Knittel, Gabriel "NEKIZ" Schenato, Lucas "steel" Lopes, Henrique "HEN1" Teles e Lucas "LUCAS1" Teles, no entanto, apresentaram outra boa performance no competitivo e ganharam o prêmio de U$ 20 mil (cerca de R$ 74 mil). Veja, a seguir, tudo o que rolou no campeonato disputado nos Estados Unidos.

A LG não conseguiu encaixar seu jogo no primeiro confronto, disputado na Mirage. Os representantes do Brasil perderam o pistol pelo lado terrorista e acumularam seis rounds em desvantagem, inclusive, o seu primeiro armado. Após boas rotações, o time liderado por steel até ensaiou uma reação e conquistaram três duelos em sequência, mas a recuperação parou por aí.

Na troca de lados, já perdendo por 11-4, a Luminosity precisava vencer o segundo pistol para manter viva qualquer chance de esperança, entretanto, mesmo em vantagem numérica, viu uma provável reação ser arruinada pela Vitality. Os franceses apostaram em dois rounds econômicos e vieram com tudo para fechar o jogo em dois armados perfeitos.

Já na segunda partida, os brasileiros encontraram um grande problema pela frente: superar a invencibilidade da Vitality na Overpass. Desde que foi fundada em outubro, deste ano, a organização europeia venceu todos os seus compromissos no mapa. E para a infelicidade dos brasileiros, a marca foi mantida.

Os europeus começaram no lado terrorista e saíram atrás no pistol. A desvantagem de dois rounds, no entanto, logo foi neutralizada com quatro bons duelos em sequência. A Luminosity se recuperou no confronto vencendo um round econômico e retirando as armas adversárias, mas voltou a ser dominada pela Vitality, que retornou do intervalo fechando a final.

O caminho até a final

A Luminosity avançou aos playoffs após vencer Team Envy e eUnited na fase de grupos. Nas semifinais, derrotou a Ghost Gaming com direito a virada e grande clutch de Henrique "HEN1" Teles na última partida. Os brasileiros venceram por dois mapas a um e se classificaram para a final.

A Team Vitality trilhou um caminho semelhante. Os franceses bateram Fragsters e Rogue, terminaram a primeira fase em segundo lugar no Grupo B e carimbaram vaga para a semifinal. No confronto seguinte, a organização europeia superou a compLexity por dois mapas a um.

O DreamHack Atlanta distribuiu uma premiação total de US$ 100 mil (cerca de R$ 375 mil em conversão direta). Os valores foram repartidos de acordo com a posição final de cada participante. Confira abaixo como ficou a divisão e a classificação final do campeonato:

As melhores equipes de Counter-Strike do planeta voltam a se enfrentar nas finais da Esports Championship Series Season 6, entre os dias 22 e 25 de novembro. MIBR e Team Liquid representarão o Brasil em Arlington, nos Estados Unidos.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.