Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Isabela Cabral, para o TechTudo


A Black Friday 2018 acontece nesta sexta-feira (23) e traz muitos descontos reais, mas também conta com as promoções no estilo "metade do dobro". São preços que dias antes são inflados para parecer mais baratos na data do evento, produtos que permanecem no mesmo valor, ofertas que supostamente expiram em minutos, mas ficam no ar por dias e até itens que ficam mais caros.

O site ReclameAQUI já reuniu 2.224 queixas quanto a ofertas da Black Friday desde 11h da última quarta-feira (21) até as 6h desta sexta-feira. 12,6% das reclamações tratam de propaganda enganosa. Em seguida vêm, respectivamente, divergência de valores e problemas na finalização da compra Seja por erro ou má fé, diversas lojas virtuais mais uma vez colocaram à venda produtos com preços irreais, fazendo jus ao apelido de Black Fraude que o dia promocional ganhou no Brasil. O TechTudo reuniu alguns dos “descontos” mais bizarros desta edição.

Celulares e Smart Tvs com preços baixos? Saiba como aproveitar a Black Friday

Celulares e Smart Tvs com preços baixos? Saiba como aproveitar a Black Friday

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Xperia XA por quase o triplo do preço

Lançado em 2016 pela Sony, o smartphone Xperia XA já teve seu custo bastante reduzido, chegando a custar em média R$ 700. Na Black Friday, porém, o Extra.com.br, que foi uma das lojas a já ter cobrado esse valor, resolveu oferecer o celular por R$ 1.911. É um aumento de 188%, conforme detectou o site ReclameAQUI. O Xperia XA é um telefone um pouco antigo, com configurações modestas para os padrões atuais: Android 6.0, 16 GB de armazenamento, 2 GB de RAM, tela 5" e câmera 13 MP.

2. Moto G4 por mais de R$ 2 mil

A famosa linha da Motorola já se aproxima de sua sétima geração, mas alguns de seus antecessores ainda fazem sucesso entre usuários que procuram aparelhos intermediários mais em conta. É o caso do Moto G4, que um mês atrás era vendido pelas Casas Bahia por R$ 899, de acordo com o ReclameAQUI. Já nesta sexta-feira, o item teve um aumento significativo na loja online — subiu em 127%, indo para R$ 2.039.

Assim como no caso do Xperia XA, o valor é totalmente incompatível com as especificações e a idade do celular. O Moto G4 também é de 2016 e tem Android 6.0, memória de 16 GB, 2 GB de RAM e câmera 13 MP.

3. Galaxy S9 Plus R$ 300 mais caro

Os smartphones novos também não escapam da "Black Fraude". Atual top de linha da Samsung, o Galaxy S9 Plus podia ser encontrado por R$ 2.849 nesta quinta-feira (22), segundo o Zoom. Na Black Friday, entretanto, o preço mais baixo exibido pelo comparador de preços é R$ 3.149 em várias lojas online.

O S9 Plus, que chegou ao Brasil em março deste ano, conta com câmera dupla, processador Snapdragon 845, bateria de 3.500 mAh, memória RAM de 6 GB e 128 GB para guardar arquivos.

4. Aspirador de pó Multilaser com desconto de 49 centavos

Nem só de smartphones e gadgets vive a Black Friday. Adepto do evento, o site Madeira Madeira está vendendo um aspirador de pó automotivo vermelho da Multilaser por R$ 42,49. O preço anterior? R$ 42,90. Que descontão. A oferta não inclui o frete, que sai por R$ 30 para o Rio de Janeiro, por exemplo.

5. Pen drive Kingston tem aumento de frete absurdo

Os fretes são às vezes utilizados como estratégia pelas lojas para mascarar descontos falsos ou ruins. O preço do produto cai, mas o valor do frete sobe. Pode ter sido o que ocorreu com o pen drive de 16 GB da Kingston vendido por R$ 37 pela Magazine Luiza. De acordo com o relato de um usuário do Twitter, que tentou comprar o dispositivo na véspera da Black Friday, o frete ficou seis vezes mais caro dentro de algumas horas. De manhã, estava em R$ 10, mas à tarde foi para R$ 62.

6. Caixa amplificadora Amvox com “economia” de R$ 36 mil

A caixa amplificada Amvox ACA150 está disponível na Amazon por R$ 249, mas o que chama atenção é o “preço sugerido” de R$ 36.990. Desse modo, o consumidor teria 99% de desconto, uma economia superior a R$ 36 mil. Assim fica fácil, não é mesmo? O equipamento, que tem conexão bluetooth e entrada para microfone ou instrumentos musicais, parece interessante, mas nada que jamais justifique chegar de fato a esse preço.

7. Galaxy Tab sobe em R$ 300

Um Galaxy Tab, tablet da Samsung antigo com configurações simples, era vendido no marketplace do Ponto Frio em setembro por R$ 899. Agora, em plena Black Friday, aparece R$ 300 mais caro, por R$ 1.199. O produto possui tela de 8 polegadas, 16GB de armazenamento, câmera 5MP, Android 5.0, processador Quad Core 1.2 Ghz e acompanha uma S Pen.

8. Cicatricure Creme com preço maior exposto no anúncio

Até as farmácias entraram na onda das promoções, mas a oferta desse creme anti-idade em destaque no site da Ultrafarma não é muito promissora. O próprio anúncio do Cicatricure Creme 60g evidencia que o preço subiu, em vez de cair, indo de R$ 43 para R$ 46.

9. Memoria DDR4 8GB HyperX quatro vezes mais cara

Voltada para os gamers, a poderosa memória para computadores desktop DDR4 da HyperX é de 8 GB e 2.400 Mhz. Aqui parece que temos uma “promoção” campeã: a peça chegou a ser vendida pelo Extra.com.br por R$ 589, mas nesta sexta-feira surge por R$ 2.325. Simplesmente o quádruplo do preço. O levantamento é do ReclameAQUI.

10. Tênis Adidas Springblade Pro pelo dobro

O tênis Adidas Springblade Pro feminino, nas cores rosa e preto, está sendo comercializado na Netshoes por R$ 1.199. O ReclameAQUI, porém, registrou que recentemente o calçado saía por R$ 599. Pois é, o preço dobrou na Black Friday. O disparate fica ainda mais óbvio se o valor for comparado com sua versão laranja, disponível por R$ 492.

Black Friday 2018: quais são os descontos mais bizarros? Compartilhe no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.