Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Tainah Tavares*, de Tokyo, Japão


Está tudo pronto para a final da Clash Royale League 2018. Após meses de classificatórias, seis times vão brigar pelo título do torneio no dia 1 de dezembro no Makuhari Messe, em Tokyo, Japão. A organização brasileira Vivo Keyd vai representar a região da América Latina (LATAM) na disputa. Além do título, as equipes competem pelo prêmio total de U$ 1 milhão (cerca de R$ 3,85 milhões em conversão direta). Veja, a seguir, um pouco mais sobre o campeonato, conheça os finalistas, além do formato e horário das partidas finais.

Clash Royale é um jogo mobile grátis disponível para baixar em Android e iPhone (iOS). Desenvolvido pela Supercell, o título é uma mistura de MOBA e card game. Com um deck de oito cartas a sua disposição, você precisa colocar o máximo possível de torres inimigas no chão. Caso consiga destruir a Torre do Rei adversário, o cronômetro da partida é zerado e o jogador vence. Clash foi lançado em 2016 e na época foi sucesso total: o game bateu recorde de downloads e superou o “fenômeno” de Pokémon GO.

Clash Royale: cinco dicas para jogar melhor

Clash Royale: cinco dicas para jogar melhor

O Campeonato

A Clash Royale League é a liga internacional de Clash Royale. O game, que já tem milhares de usuários casuais conquistados, começou a investir nos esports há pouco tempo. O jogo ganhou o seu primeiro grande torneio internacional em 2017, o Crown Championship. Após meses de classificatórias em todo o planeta, o mexicano Sergio "Sergioramos:)" Ramos conquistou o título e o prêmio de US$ 150 mil (aproximadamente R$ 490 mil em conversão direta).

Em 2018, Clash Royale deu um passo mais ousado dentro dos esports: lançar a sua própria liga. A Clash Royale League chamou a atenção de organizações já consagradas no competitivo de jogos como Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) e League of Legends (LoL). Immortals, Cloud9, Fnatic, G2 Esports, Team Liquid e SK Gaming são exemplos de orgs que formaram suas line ups de Clash e participaram das classificatórias regionais da competição.

Finalistas

Após meses de disputa, seis times de diferentes regiões do mundo conseguiram vaga na grande final da Clash Royale League. Assim, a Immortals vai representar a América do Norte, a Team Queso a Europa e a Nova eSports a China. A KING-ZONE Dragon é a Coreia do Sul na disputa, enquanto a PONOS Sports é o Japão, que chega como país anfitrião do evento.

A América Latina também vai marcar presença nas final da CRL. A Vivo Keyd, organização brasileira de esports, carimbou seu passaporte para o Japão ao vencer as finais da etapa LATAM da CRL. O time é comandado pelo brasileiro Notorius Ike, mas conta com uma line up internacional. Gabriel "Gabo" Alderete López e Hugo Octavio "kiki" Abonza Flores vêm do México, Juan Pablo "Arima" Lópoez Resrepo da Colômbia e Francisco "Javi14" Javier Rodríguez, principal craque da equipe, é da Espanha.

Os atletas participaram da caminha da Keyd na etapa classificatória do torneio. No entanto, a org informou nesta quarta-feira (28) pelo seu Twitter que vai estar desfalcada nas finais do Japão. De acordo com a Keyd, Notorious a o atleta Arima não vão estar presentes nos jogos pois tiveram problemas com o visto japonês.

Com o desfalque, a Keyd terá um desafio ainda maior pela frente. Apesar de ainda contar com dois mexicanos (nação forte na cena de Clash) e com o craque espanhol Javi14 em sua line up, os outros finalistas da CRL também são imponentes. A europeia Team Queso, por exemplo, conta com os campeões do Majors na Espanha Beñat "BENIJU" Juarros e Jesús "Soking" Valera e está entre as favoritas ao título.

A final

Todos os jogos da final da Clash Royale League vão acontecer neste sábado (1). O primeiro match das quartas de final será entre a PONOS Esports e a Immortals. Em seguida, Team Queso e KING-ZONE Dragon se enfrentam. As equipes que sobreviverem ao mata-mata vão jogar contra Vivo Keyd e a Nova Esports, que classificaram-se diretamente para as semi finais. Por fim, os times vencedores decidem o torneio.

As partidas da final vão ser em séries melhor de cinco (MD5) e a previsão é que comecem às 00:00hrs e terminem às 06:00hrs no horário brasileiro de verão. Todos os jogos serão transmitidos ao vivo em português no canal oficial do Clash Royale no YouTube.

*A jornalista viajou a convite da Supercell

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.