Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


O Raspberry Pi é um miniPC barato que tem o tamanho de um cartão de crédito e é totalmente customizável. O dispositivo possui um sistema é aberto, que permite os mais variados tipos de projetos, como criar um toca-fitas compatível com Spotify ou mesmo videogames retrôs.

O minicomputador pode ser usado como um PC normal, já que todos os modelos possuem processador, chip gráfico VideoCore IV e memória RAM, além de conexão HDMI e entradas USB para teclado e mouse. No entanto, o Raspberry Pi se destaca mesmo quando se trata de criar sistemas portáteis e de automação, conectados à Internet das Coisas (IoT). Inclusive, há disponíveis à venda kits para iniciantes em programação.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Atualmente, o Raspberry Pi está em sua terceira geração. O primeiro modelo foi lançado em 2012 e o mais recente é de novembro de 2018. Mesmo com novidades acrescentadas durante o tempo, como conexão Wi-Fi dual band, a Raspberry Foundation conseguiu manter o projeto na faixa dos US$ 35 (cerca de R$ 134) e chegou a lançar versões ainda mais baratas, como o Pi Zero, que custa a partir de US$ 5 — ou seja, menos de R$ 20.

O Raspberry Pi não possui uma loja oficial, mas o site da fundação disponibiliza uma lista com vários revendedores ao redor do mundo, inclusive no Brasil. No entanto, por aqui, o miniPC custa bem mais caro: o Raspberry Pi 3 B+ sai por R$ 269,90. Confira abaixo os principais modelos lançados pela empresa até os dias atuais.

Raspberry Pi 3 modelo B+

Este é o melhor modelo do miniPC disponível no mercado. O Raspberry Pi 3 modelo B+ vem com um processador Broadcom BCM2837B0 ARMv8 quad-core de 1,4 GHz, memória RAM de 1 GB, quatro entradas USB, conexão Wi-Fi dual band (2,4 GHz e 5 GHz), Ethernet, Bluetooth 4.2 e HDMI. Além disso é o único compatível com o acessório PoE (Power over Ethernet), que permite usar o cabo Ethernet como fonte de energia. O Pi 3 B+ foi lançado no dia 14 de março de 2018 (também conhecido como o Dia do Pi) e está sendo vendido por R$ 269,90 no Brasil.

Raspberry Pi 3 modelo A+

Irmão mais novo da terceira geração, o Pi 3 A+ é a versão mais barata do modelo B+. Por isso, seu preço oficial é de US$ 25 (cerca de R$ 96). Ele conta com o mesmo processador 1,4 GHz de quatro núcleos, conexão Wi-Fi dual band e Bluetooth 4.2 do Pi 3 B+. Entretanto, sua memória RAM é de apenas 512 MB, há somente uma entrada USB e ele não oferece conexão Ethernet. Outra diferença é seu tamanho reduzido, o que o torna incompatível com cases feitos para os modelos B. No Brasil, o computador é vendido por R$ 160,90.

Raspberry Pi 3 modelo B

A primeira versão do Pi 3 foi lançada em fevereiro de 2016 para substituir o Pi 2, modelo mais poderoso da Raspberry até então. As especificações do modelo B são semelhantes às do B+. As diferenças ficam por conta do processador mais fraco — Broadcom BCM2837 quad-core de 1,2 GHz — e da ausência de conexão Wi-Fi de 5 GHz. De resto, foram mantidas as quatro portas USB, a saída HDMI, a conexão Ethernet e a memória RAM de 1 GB. Assim como outros modelos B, seu preço de lançamento era de US$ 35. Atualmente, o produto está fora de linha no Brasil, mas chegou a ter uma cor exclusiva por aqui.

Raspberry Pi 2 modelo B

Lançado em fevereiro de 2015, o Pi 2 é bem mais fraco que seu sucessor. O processador é um Broadcom BCM2836 ARMv7 quad-core de 900 MHz, mas há ausência de conexão Wi-Fi e Bluetooth. Na época, o dispositivo chamou bastante atenção por conta da memória RAM de 1 GB e pelo suporte a Windows 10.

Raspberry Pi 1 modelo B+

Todos os modelos B do Raspberry Pi foram baseados nessa primeira versão, que é também uma opção melhorada do Pi original de 2012. Lançado em julho 2014, o miniPC já vinha com HDMI, entrada microSD, quatro portas USB e a porta GPIO (General Purpose Input/Output) de 40 pinos, que permite programar e acrescentar diversos componentes eletrônicos ao mini PC. Além de mods vendidos por terceiros, a própria Raspberry Foundation vende periféricos, como coolers, receiver de TV e display touch, para serem encaixados no gadget.

Raspberry Pi 1 modelo A+

O primeiro modelo A+ trouxe propostas que são seguidas até hoje. Lançado em novembro de 2014, a ideia da fabricante era oferecer uma opção mais simples, menor e barata do Raspberry Pi tradicional. Seu preço na época era de US$ 20 (cerca de R$ 77, em conversão direta). O Pi A+ vinha com apenas uma entrada USB e memória RAM de 256 MB. Por ter menos recursos, ele também consumia menos energia: apenas 200 mA.

Raspberry Pi Zero

Um dos projetos mais ambiciosos da Rapsberry Foundation é o Pi Zero: o mini PC mais barato do mundo. Lançado em novembro de 2015 por apenas US$ 5 (cerca de R$ 19,50), o gadget é quase da metade do tamanho de um Pi A+. Ele conta com um processador Broadcom BCM2835 ARMv6 com um núcleo de 1 GHz, memória RAM de 512 MB, entrada micro USB, uma saída mini-HDMI e porta GPIO de 40 pinos. Em 2016, foi lançada uma atualização do modelo com um conector para câmera CSI.

Raspberry Pi Zero W

O Pi Zero W é a versão mais cara do Pi Zero. A diferença é que ele traz a conexão com Wi-Fi (por isso a letra W de seu nome). Lançado em fevereiro de 2017, o dispositivo tem preço oficial de US$ 10 (cerca de R$ 38,50). Além do suporte à Internet 2,4 GHz, o modelo traz Bluetooth 4.1. De resto, ele é idêntico à versão tradicional do Pi Zero, inclusive no tamanho. No Brasil, o miniPC é vendido por R$ 94,90.

Via Raspberry Foundation

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.