Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Galaxy J5 Prime chegou ao mercado em junho por preço de lançamento de R$ 999. De lá para cá, sofreu uma forte redução: atualmente é encontrado no varejo por valores na casa de R$ 600, a depender da oferta do dia. O desconto de 40%, aliado às especificações, foi suficiente para levar o celular ao topo dos mais buscados no Buscapé nos seis meses que antecederam a Black Friday. Nas linhas a seguir, conheça os altos e baixos do celular da Samsung.

São três opções de cor: preto, dourado ou rosa. Além disso, o celular traz Android 7 (Nougat) e 32 GB de armazenamento, o que faz dele uma opção comum para quem busca um smartphone mais básico em 2018.

Review do Galaxy J5 Prime: confira análise completa

Review do Galaxy J5 Prime: confira análise completa

PONTOS POSITIVOS

1. Câmera principal

Embora seja um aparelho de 2017, o Galaxy J5 Prime ainda pode oferecer um desempenho fotográfico razoável. Sua câmera traseira conta com 13 megapixels de resolução e abertura de lente f/1,9, especificações que contribuem para capturar boas fotos em ambientes iluminados.

A qualidade tende a cair quando há pouca luz. Ainda assim, as imagens podem superar concorrentes na mesma faixa de preço. Rivais na faixa dos R$ 600 costumam trazer lentes mais fechadas, tornando fotos noturnas um pesadelo. No J5 Prime, esse tipo de problema é um pouco mais reduzido.

2. Bateria duradoura

A bateria do J5 Prime tem 2.400 mAh, número que aparece pouco à frente de concorrentes lançados mais recentemente. No entanto, a duração da carga do aparelho foi um dos pontos fortes apontados no review realizado no ano passado.

Mesmo com uma capacidade aparentemente pequena, o celular pode ficar um dia inteiro longe da tomada com uso moderado. Vale lembrar que o modelo, por ser mais antigo e mais barato, não conta com tecnologia de recarga rápida.

3. Leitor de impressões digitais

O J5 Prime conta com leitor biométrico no botão físico frontal para facilitar o desbloqueio com rapidez. Essa característica pode parecer batida, mas modelos mais novos lançados com preço equivalente podem não oferecer sensor de digitais. É o caso, por exemplo, do Galaxy J4, também da Samsung, que chegou em maio de 2018 sem biometria. Se digitar senhas for um problema para você, o mais antigo J5 Prime pode ser uma melhor opção.

PONTOS NEGATIVOS

1. Tela

O display costuma ser um dos pontos altos até mesmo de smartphones mais baratos da Samsung, mas, esse não é o caso do Galaxy J5 Prime. Com resolução apenas HD (720 x 1280 pixels), a tela de 5 polegadas é construída com tecnologia PLS TFT, não oferece o mesmo nível de contraste e vivacidade de cores do AMOLED, padrão que a fabricante costuma usar.

No review, o brilho do painel não foi suficiente para manter a visualização em locais abertos, com grande incidência de luz. A definição de cores também não agradou, especialmente com a regulação do brilho no máximo. A percepção dessas características pode ser um tanto pessoal, portanto é importante ver o aparelho de perto para checar se a qualidade das imagens agrada ou não.

2. Desempenho

O processador quad-core de 1,4 GHz é antigo. Funcionando em conjunto com apenas 2 GB de memória RAM, pode não ser suficiente para uma performance estável no dia a dia. Mesmo novo, o aparelho chegou a apresentar travamentos durante os testes realizados pelo TechTudo, o que indica pouca longevidade. A tendência é de que, com poucos meses de uso, o celular possa apresentar engasgos que dificultem a abertura rápida de apps instalados e, especialmente, a execução de jogos.

O armazenamento de 32 GB também não contribui, já que pode ficar lotado em pouco tempo com mídias do WhatsApp. Como é de praxe na fabricante, há opção de usar microSD vendido à parte. Estas características são comuns em celulares na faixa de preço do J5 Prime.

3. Design

Os celulares intermediários da Samsung acabam de passar por uma reformulação grande no design, deixando aparelhos de 2017 com aspecto claramente ultrapassado. Modelos como o Galaxy J6, que tem especificações parecidas com as do J5 Prime, adotam um visual mais moderno, com tela alongada que ocupa parte maior do setor frontal, eliminando o botão Home.

Os materiais, porém, não mudaram: o J5 Prime também é construído em metal como a nova geração, o que torna a pegada agradável.

Via Samsung

Retrospectiva digital: relembre os celulares que marcaram 2018

Retrospectiva digital: relembre os celulares que marcaram 2018

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.