Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Bruno Martins, para o TechTudo


Point Blank é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS) disponível de graça para download. O título, lançado em 2008, é desenvolvido pela empresa sul-coreana Zepetto e distribuído no Brasil pela Ongame. Com uma mecânica parecida com a de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO), o jogo tem um ranking e um sistema e patentes que evolui de acordo com as habilidades do player. Assim como o título da Valve, Point Blank fez sucesso nas lan houses dos anos 2000 e está ativo em torneios até os dias de hoje. Veja, a seguir, como funciona o cenário competitivo do game, seus principais campeonatos e orgs.

Apesar de ter sido lançado em 2008, Point Blank só entrou no cenário competitivo em 2011. Na época, o game foi um dos primeiros a ter um campeonato mundial organizado pela própria produtora, o Point Blank International Championship (PBIC). O torneio de estreia foi realizado em Seul, capital da Coreia do Sul, e foi vencido pela MITH, time da Tailândia. Com quatro títulos em sete edições disputadas, os tailandeses estão até hoje no topo de países com mais títulos na modalidade. Na sequência, está a Rússia, com dois canecos, e Indonésia, com um.

Campeonatos

O PBIC acontece até hoje e é um dos principais torneios do cenário de Point Blank. Além dele, o jogo conta com outro campeonato mundial: o Point Blank World Challenge (PBWC). O PBWC é mais novo e foi lançado apenas em 2016. O torneio de estreia, que contou com uma premiação total de US$ 45 mil (cerca de R$ 175 mil em conversão direta), foi vencido pelo Brasil, assim como sua edição de 2018.

Cenário brasileiro

Em nível nacional, o Campeonato Nacional de Point Blank (CNPB) é o principal torneio da modalidade. Os jogos acontecem ao longo de sete meses com intervalo de um mês na metade da competição. Ao todo, oito equipes disputam o título de melhor do Brasil. O troféu de 2018 ficou com a New Eagles Team e o vice com a Juventus. Black Dragons e Liga Uncharted ficaram no terceiro e quarto lugar, respectivamente.

Assim, Juventus, Black Dragons, New Eagles Team e Liga Uncharted foram as principais orgs brasileiras de PB em 2018. Os resultados do ano colocaram as organizações entre as melhores do cenário nacional: no CNPB, todas classificaram-se para as semifinais. Já em termos internacionais, as participações brasileiras contam com boas campanhas que incluem títulos mundiais do Point Blank.

Tradicional clube de futebol da cidade de São Paulo, a Juventus conquistou a vaga da seletiva nacional para o PBIC após vencer por 2-0 a equipe da 2Kill Gaming. No PBIC, a Juventus ficou em terceiro lugar.

Outro nome importante no cenário nacional é a própria 2Kill. A equipe foi campeã do Point Blank World Challenge em maio de 2018. Em uma partida contra a equipe tailandesa da TokioStrike, os brasileiros fizeram 2-0 e sagraram-se bicampeões do mundo. Já em 2016, o time conquistou o título em cima da Signature. Além dos resultados nos campeonatos, a 2Kill aparece forte no cenário geral de esporte eletrônico, graças a seu jogador Caio "400kg" Lazzaro. O atleta é finalista do Prêmio eSports Brasil 2018 na categoria Craque da Galera.

Via Ongame, Point Blank Esports, Esports Earnings e Versus

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.