Por Bruna Telles, para o Techtudo

12/02/2019 00h15 Atualizado 2019-02-12T02:15:41.386Z


Rainbow Six: Siege (R6) receberá uma ferramenta que retrocede o MMR de jogadores que participaram de partidas em que havia um trapaceiro. O objetivo da medida é diminuir o impacto causado pelas trapaças nos rankings de R6. Além de banir o jogador que quebrou as regras, a empresa vai anular os pontos conseguidos nas vitórias e os perdidos nas derrotas em jogos em que o cheater estava. A Ubisoft anunciou a inclusão do recurso no último sábado (9). Entenda melhor o sistema a seguir.

Assim como na maioria dos jogos competitivos, R6 tem um conjunto de regras que estabelece ações proibidas dentro do game, como o uso de hacks e cheats. Quem desobedecer essas normas pode ser banido temporariamente ou para sempre dos servidores. Além disso, quando um jogador utiliza trapaças, pode atrapalhar ou ajudar o resto do time sem que os outros saibam. A medida da desenvolvedora busca resolver este problema.

MMR é a abreviação de Matchmaking Rating, ou Avaliação de Organização da Partida. Com o sistema, os jogadores de R6 são pareados com base no nível de habilidade em partidas anteriores. O retrocesso de MMR, que já estava sendo testado no plano de fundo da temporada atual, também punirá jogadores que utilizavam boosts para alavancar contas e melhorar o MMR, uma das práticas proibidas em R6.

Apesar da mudança, a Ubisoft explica que o sistema não vai liberar MMR para o jogador além do maior MMR que foi obtida na temporada atual. Por

... sua vez, o retrocesso será ativado oficialmente a partir da próxima atualização do jogo. A Operação Burnt Horizon será revelada oficialmente no domingo (17), antes da grande final no Six Invitational 2019.

Via Ubisoft



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.