Por Paulo Alves, para o TechTudo

28/02/2019 17h39 Atualizado 2019-02-28T20:56:26.207Z


O Redmi Note 7 Pro é o novo celular de baixo custo e hardware intermediário da Xiaomi. O aparelho é sucessor do Redmi Note 6 Pro, que começou a ser vendido recentemente no Brasil com distribuição da DL Eletrônicos. A geração 2019 traz design melhorado, processador mais potente e uma nova câmera com sensor Sony de 48 megapixels. A fabricante chinesa também anunciou o mais simples Redmi Note 7.

Os telefones rodam Android 9 (Pie) com o interface MIUI 10 e estarão à venda a partir de março apenas na Índia. Os preços são agressivos: a partir de 13.000 rúpias pelo Note 7 Pro (cerca de R$ 740) e 9.999 rúpias pelo Note 7 mais simples (cerca de R$ 530). Ainda não se sabe se os smartphones serão comercializados no Brasil.

Redmi Note 7 Pro

Em relação ao antecessor, o Redmi Note 7 Pro traz melhorias na construção, substituindo plástico por vidro na traseira, e em quase todos os aspectos da ficha técnica. O processador é o Snapdragon 675, um componente octa-core que roda a até 2,0 GHz. Segundo a fabricante Qualcomm, o núcleo gráfico integrado Adreno 612 é otimizado para gravar vídeo em 4K e rodar games com melhor desempenho.

Além de filmagem avançada, o Note 7 Pro captura fotos de até 48 megapixels com o sensor IMX586, da Sony. O componente deverá oferecer imagens com boa definição mesmo ao aproximar o clique de objetos afastados por meio de zoom digital. Há ainda uma câmera secundária de 5 megapixels para auxiliar em retratos.

Na frente o Redmi Note 7 Pro deixa de lado a câmera dupla presente no antecessor e adota um só sensor de 13 megapixels. Segundo a Xiaomi, é o suficiente para capturar fotos com o fundo borrado graças a melhorias no software. A câmera fica posicionada em um notch em formato de gota.

O aparelho chega ao mercado indiano no dia 13 de março por 13.999 rúpias (R$ 740) na versão com 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, ou por 16.999 rúpias (R$ 899) com 6 GB de RAM e o dobro de espaço interno.

Redmi Note 7

O Redmi Note 7 tem ficha técnica menos avançada. O processador é o Snapdragon 660 e tela é a mesma de 6,3 polegadas com resolução Full HD. Na traseira, o celular traz câmera dupla de 12 megapixels, além de sensor de 13 megapixels para selfies. A bateria é a mesma da edição Pro, com 4.000 mAh de capacidade.

O modelo será comercializado na Índia a partir de 6 de março por 9.999 (R$ 530) com memória RAM de 3 GB e 32 GB de armazenamento, ou por 11.999 rúpias (R$ 635) com 4 GB de RAM e 64 GBpara guardar arquivos.

Ficha técnica do Redmi Note 7 Pro

  • Tamanho da tela: 6,3 polegadas e proporção 19,5:9
  • Resolução da tela: Full HD+ (2340 × 1080 pixels)
  • Câmera principal: dupla, 48 megapixels e 5 megapixels (f/1.79)
  • Câmera frontal (selfie): 13 megapixels
  • Sistema: Android 9 Pie
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 675 (8 núcleos e 2 GHz)
  • Memória RAM: 4 GB ou 6 GB
  • Armazenamento (memória interna): 64 GB ou 128 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 4.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Telefonia: LTE
  • Dimensões: 159,2 x 75,2 x 8,1 mm
  • Peso: 186 gramas
  • Cores: preto, azul e vermelho

Ficha técnica do

... Redmi Note 7
  • Tamanho da tela: 6,3 polegadas e proporção 19,5:9
  • Resolução da tela: Full HD+ (2340 × 1080 pixels)
  • Câmera principal: dupla, 12 megapixels e 2 megapixels (f/2.2)
  • Câmera frontal (selfie): 13 megapixels (f/2.0)
  • Sistema: Android 9 Pie
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 660 (8 núcleos e 2 GHz)
  • Memória RAM: 3 GB ou 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 32 GB ou 64 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 4.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Telefonia: LTE
  • Dimensões: 159,2 x 75,2 x 8,1 mm
  • Peso: 185 gramas
  • Cores: preto, azul e vermelho

Via Xiaomi (1 e 2) e Qualcomm



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.