Por Julio Puiati, para o TechTudo

08/03/2019 07h00 Atualizado 2019-03-08T10:00:54.055Z


A ENCE surpreendeu o cenário de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) no Intel Extreme Masters Katowice 2019, o primeiro Major da temporada. O time de finlandeses eliminou a Team Liquid e a Natus Vincere (Na'Vi), duas gigantes do competitivo, e terminou como vice-campeão do torneio ao perderem para a Astralis. De quebra, o time foi convidado para disputar a BLAST Pro Series São Paulo, que acontece os dias entre 22 e 23 de março. Veja, a seguir, a história da equipe europeia, atualmente no quarto lugar do ranking HLTV.

Prestes a completar seis anos de existência, a ENCE foi fundada em abril de 2013 por ex-integrantes da EXelon Gaming, uma organização finlandesa de esports. A nova equipe de Counter-Strike não chegou a disputar eventos do Counter-Strike 1.6 e já iniciou a sua trajetória 100% focada na versão Global Offensive. De lá pra cá, o time competiu em aproximadamente 110 certames.

O número relativamente baixo de participações em torneios se deve aos diversos períodos de turbulência vividos pelo clube finlandês. A ENCE sofreu com longos hiatos em seus primeiros anos de existência e não conseguiu emplacar períodos de estabilidade, embora tenha se destacado em campeonatos LAN locais e despertado a atenção no cenário europeu.

A atual line up só foi reunida em abril de 2018. Mesclando experiência e juventude, Aleksi "allu" Jalli, Aleksi "Aleksib" Virolaine, Jere "sergej" Salo, Jani "Aerial" Jussila e Sami "xseveN" Laasanen ganharam rodagem, entrosamento, sequência e alcançaram bons resultados ainda naquele ano. Os resultados foram satisfatórios: títulos da StarSeries & i-League CS:GO Season 6 e DreamHack Open Winter 2018.

Apesar dos troféus levantados e das boas performances no servidor, faltava a ENCE regularidade em eventos com presença dos melhores times do mundo. Em 2018, por exemplo, os representantes da Finlândia só disputaram dois grandes campeonatos: ESL One: Cologne e EPICENTER, vencidos, respectivamente, por Natus Vincere e FaZe Clan.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Destaque do elenco

Com passagens por grandes equipes do cenário mundial como Team Liquid, Ninjas in Pyjamas, OpTic Gaming e mousesports, allu tornou-se o grande protagonista da ENCE. O in-game leader e AWPer finlandês de 26 anos, muitas vezes considerado ''inconstante'', foi um dos principais nomes do Major e liderou estatísticas interessantes durante o Mundial.

Allu foi o jogador que mais eliminou com a AWP (254 kills), deixando para trás colegas de respeito como Kenny "kennyS" Schrub (144 kills), atualmente em bom momento com a camisa da G2 Esports, Oleksandr "s1mple" Kostyliev (136 kills), melhor do mundo e craque da Natus Vincere e Ladislav "GuardiaN" Kovács, da FaZe Clan (118 kill

... s). Vale a pena ressaltar, no entanto, que o atleta disputou todas as três fases do torneio.

O sniper também foi líder de clutchs no IEM Katowice 2019 com 12 duelos vencidos. Allu foi extremamente decisivo nas séries de mata-mata, principalmente contra os ucranianos na Na'Vi nas semifinais do New Champions Stage. Sergej e xseveN também se destacaram com 7 clutches cada, compondo o top 5 da estatística ao fim do campeonato.

Via Liquipedia e ESL

Aprenda a aumentar o FPS no CS:GO



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.