Por Julio Puiati, para o TechTudo

11/03/2019 08h00 Atualizado 2019-03-11T11:00:44.243Z


Jogos mobile nem sempre são permitidos para todas as idades. Alguns games, sobretudo de tiro em primeira pessoa (FPS) e Battle Royales, como PUBG Mobile e Free Fire, não são recomendados para crianças segundo a legislação brasileira. As classificações são divulgadas nas lojas de aplicativos e têm o objetivo de alertar usuários sobre os elementos, temáticas e mecânicas abordadas na gameplay. Confira, a seguir, títulos famosos disponíveis para celulares Android e iPhone (iOS) que fazem parte da lista de contraindicações presente em smartphones.

PUBG Mobile

Inicialmente lançado para PC, PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG) tornou-se um fenômeno em 2017. O sucesso do Battle Royale fez com que a franquia lançasse uma versão mobile para iOS e Android no ano seguinte. Mesmo tendo registrado forte queda de jogadores nos últimos meses, o game da BlueHole Studio ainda é bastante procurado na App Store e na Google Play.

PUBG Mobile foi o terceiro jogo mais baixado em 2018 levando em conta as duas lojas de aplicativos. O título, entretanto, é proibido para menores de 17 anos no iPhone e menores de 14 anos no Android por conter violência realista e intensa. No game, vence quem sobreviver por último no mapa.

Free Fire

O gênero Battle Royale começou a ficar famoso em 2017 quando vários outros jogos começaram a surgir no mercado dos games. Free Fire, do estúdio Garena, foi um deles. O título chegou oficialmente às prateleiras virtuais de smartphones em dezembro e, desde então, tem se consolidado como um dos títulos de maior relevância nos iPhones e celulares Android.

Free Fire foi o quarto jogo mais baixado em 2018, logo atrás de PUBG Mobile. Atualmente, tanto na Google Play quanto na App Store, é o terceiro mais procurado das lojas brasileiras neste início de 2019. Por conter elementos que remetem à sangue, violência e morte, o Battle Royale só é permitido para maiores de 17 anos, no iOS, e 14 anos, no Android.

CrossFire: Legends

Sucesso nos esports desde a sua versão lançada para PC, a franquia CrossFire ganhou uma adaptação mobile com servidores brasileiros em maio de 2018. O título conta com os tradicionais modos FPS e também com um Battle Royale de até 120 jogadores. O jogo produzido pela Tencent está disponível gratuitamente para iOS e Android.

CrossFire: Legends reproduz com fidelidade as mecânicas da versão PC. Os usuários podem adquirir armas, melhorias, peças e outros equipamentos para incrementar o personagem. Por se sustentar em elementos que pressupõem violência, o game não é indicado para menores de 17 anos (App Store) e 12 anos (Google Play).

Modern Combat 5: Blackout

Modern Combat, clássico mobile da Gameloft, também está presente na lista de games proibidos para crianças. Sua quinta versão ''Blackout'' é contraindicada para menores de 17 anos no iOS e 16 anos nos smartphones Android. Assim como todos os títulos listados, a franquia é do gênero tiro em primeira pessoa e contém vestígios de violência em sua gameplay.

O jogo, que mistura modos offline e online, foi lançado em julho de 2014 para Google Play e App Store. Modern Combat 5 é bem avaliado nas lojas de aplicativos (4,3 na primeira; 4,8 na segunda) e está na lista de 20 games de aventura mais baixados do iPhone.

Standoff 2

... /a>, desenvolvido pelo estúdio Axlebolt e disponibilizado para Android e iOS em 2017, é um FPS (tiro em primeira pessoa) bastante semelhante ao clássico Counter-Strike. No game, os jogadores se dividem em duas equipes – terrorista e contra-terrorista – para a disputa de objetivos dentro de um mapa.

Standoff 2 disponibiliza armas clássicas do game produzido pela Valve, como pistolas (Desert Eagle, USP), rifles (M4, Famas), SMG's (UMP, MP7) e outros arsenais bélicos. Apesar da boa recepção e popularidade, ele é permitido apenas para maiores de 17 anos (App Store) e 16 anos (Google Play). De acordo com as empresas, a franquia apresenta elementos de violência, mutilação e tortura.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.