Por Filipe Garrett, para o TechTudo

20/03/2019 09h00 Atualizado 2019-03-20T12:00:44.539Z


A GeForce GTX 1660 Ti e a Radeon RX 590 são duas placas de vídeo que prometem desempenho intermediário. Ambas garantem boa qualidade de imagem em Full HD, mas contam com diferenças importantes. O modelo recém lançado pela Nvidia traz arquitetura Turing, a mesma utilizada na linha RTX, mais poderosa da marca, e obteve boa performance em benchmarks e comparativos.

A placa da AMD, por sua vez, tem como destaque o preço, mais baixo em relação à concorrente. Confira a seguir mais detalhes a respeito da ficha técnica das duas GPUs e saiba qual é a melhor opção para você.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Especificações

Como os modelos são de fabricantes diferentes, as arquiteturas utilizadas também têm aspectos específicos de cada uma. Portanto, alguns detalhes de ficha técnica podem não ser equivalentes absolutos. Por exemplo: a contagem de núcleos na Radeon RX 590 é de 2.304 processadores stream, enquanto a placa da Nvidia usa 1.536 núcleos CUDA.

As velocidades, por sua vez, estão diretamente relacionadas à quantidade de núcleos, e à forma como eles trabalham em cada placa. O modelo da AMD oferece clock base de 1.469 MHz, mas pode chegar aos 1.545 MHz com o uso do turbo. Enquanto isso, a GTX 1660 Ti funciona em 1.500 MHz, mas pode acelerar a 1.770 MHz no modo turbo.

Se os números anteriores são relativos às tecnologias diferentes de Nvidia e AMD, os dados de memória podem levar a uma leitura mais precisa a respeito da capacidade de ambas as placas. Nesse caso, a GTX 1660 Ti fica à frente por conta do padrão GDDR6, mais recente e rápido em relação ao GDDR5 da placa concorrente. Apesar disso, a quantidade de VRAM disponível é maior na Radeon RX 590, com 8 GB contra os 6 GB do modelo da Nvidia.

Outro dado técnico importante, e que pode ser comparado de forma direta entre as duas, é a largura de banda que conecta o processador gráfico à RAM. Aqui, a vantagem também é da Nvidia, que oferece transferências a 288 GB/s (gigabytes por segundo), contra a RX 590 que estabelece troca de dados entre GPU e memória a uma velocidade de 256 GB/s.

Desempenho

Com relação à performance, a placa da Nvidia promete se destacar em comparação com a Radeon. O UserBenchmark, site que agrega médias de desempenho de componentes de hardware testados por usuários comuns, mostra que a GTX 1660 Ti é, em média, 15% mais rápida que o modelo da AMD.

Testes mais focados em ferramentas de benchmarks e em comparativos rodando games reforçam essa impressão, inclusive, aumentando a vantagem da placa da Nvidia. O comparativo do TechSpot, por exemplo, mostra que a Radeon RX 590 é, em geral, 24% mais lenta ao rodar em 1440p.

Recursos

Embora use a mesma arquitetura Turing das GeForce RTX, a 1660 Ti é uma placa de vídeo mais simples, sem direito ao processamento nativo de Ray Tracing e ao uso da tecnologia DLSS, que aplica inteligência artificial para aumentar a qualidade gráfica de jogos. Esse perfil é repetido pela RX 590, que também não possui suporte a essas tecnologias. Embora sejam placas voltadas para o mercado de entrada, as duas são compatíveis com realidade virtual e devem apresentar resultados satisfatórios tanto em jogos quanto em vídeos.

Os recursos extras das placas dependem diretamente dos drivers disponibilizados pelas fabricantes. Tanto Nvidia quanto AMD têm aplicações que traze

... m recursos de captura de imagem, entre outras ferramentas que devem oferecer uma melhor experiência de uso.

Consumo

Os valores de TDP, que diz respeito à quantidade de energia liberada pela placa na forma de calor, também mostram uma vantagem do modelo da Nvidia. A GTX 1660 Ti tem TDP de cerca de 120 Watts, enquanto a RX 590 libera 175 Watts. Embora não sejam uma medida direta de consumo, esses valores são um bom indicativo do nível de eficiência das duas GPUs. Uma placa que esquenta menos e ainda assim entrega boa performance é mais eficiente que outra com rendimento menor e maior liberação de energia na forma de calor.

Outro efeito da temperatura elevada é a necessidade de que a placa tenha um design mais robusto e um sistema de refrigeração mais agressivo, algo que pode significar um PC barulhento em virtude de ventoinhas girando a altas RPM o tempo todo no interior do case.

Preço e disponibilidade

A placa da AMD, embora entregue performance inferior, recupera o terreno com preços mais competitivos. É possível encontrar versões da RX 590 com preços saindo dos R$ 1.425, como é o caso do modelo Fatboy da XFX, tida como uma das melhores opções do modelo no mercado.

A GTX 1660 Ti também já está disponível no mercado brasileiro, mas aparece com preços mais altos. No momento, é possível encontrar a GeForce de entrada saindo a R$ 1.565.

Qual placa de vídeo é boa e barata para jogos? Saiba no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.