Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Assassin’s Creed: Victory será o novo capítulo da série de assassinos da Ubisoft a ser lançado no final de 2015, segundo informações vazadas pelo site americano Kotaku. O novo título se passará na Londres vitoriana do século XIX, com lançamento planejado para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Assassin’s Creed Unity: Ubisoft dará jogo grátis para compensar defeitos

Assassins Creed Victory mostra Londres do século XIX com o Big Ben ao fundo (Foto: Kotaku)Assassin's Creed Victory mostra Londres do século XIX com o "Big Ben" ao fundo (Foto: Kotaku)

Uma fonte anônima vazou as informações e fotos que confirmam um novo assassino na cidade de Londres, com novas habilidades e itens, como uma corda com gancho com a qual ele pode se locomover. Entre algumas atividades paralelas que poderão se tornar missões extras, há jogatina em pubs e corridas de carruagem.

Assassin’s Creed: Victory (Foto: Divulgação)Assassin’s Creed: Victory (Foto: Divulgação)

De acordo com um suposto vídeo do início do jogo sua primeira missão será matar um homem chamado Roderick Bulmer, que está fazendo tráfico de crianças em Londres. Sua contratante, uma mulher de máscara, exige que você o mate como um recado assinado em sangue para os Templários.

Assassin’s Creed: Victory (Foto: Divulgação)Assassin’s Creed: Victory (Foto: Divulgação)

Ainda segundo a fonte, o desenvolvimento está a cargo da Ubisoft Quebec, ao invés da tradicional Ubisoft Montreal. O estúdio de Quebec é conhecido por algumas boas campanhas por DLCs, como Tyranny of King Washington em Assassin’s Creed 3 e Freedom Cry em Assassin’s Creed 4: Black Flag. Também foi comentado que não haverá um capítulo para o Xbox 360 e PlayStation 3, como foi Assassin’s Creed: Rogue.

Jogos com fatos históricos ficam mais interessantes? Comente no Fórum do TechTudo.

Via Kotaku

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.