Por Adriano Ferreira, para o TechTudo

26/05/2019 07h00 Atualizado 2019-05-26T10:00:04.109Z


Monitorar o que crianças e adolescentes fazem no celular é importante para evitar contato com assuntos inapropriados. Para isso existem diversos aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS). O Google Family Link, o AppBlock e o Controle Parental Screen Time limitam o tempo de uso e monitoram as ações dos filhos bloqueando recursos e gerando relatórios que informam as ações realizadas nos celulares.

Além da proteção contra buscas e conteúdo inadequado à idade, os pais podem acompanhar a localização em tempo real de seus filhos e receber um alerta caso algum incidente aconteça, como o Life360 e o GPS Rastreador de família KidsControl. Conheça abaixo cinco ferramentas grátis que podem ajudar a monitorar as ações dos filhos na Internet.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Google Family Link

O aplicativo Google Family Link gera um relatório sobre o período de uso e também possibilita controlar o que pode ser comprado na Google Play Store, rastrear a localização, ocultar apps, bloquear o dispositivo e limitar o tempo de uso. Os relatórios sobre as ações do filho no celular podem ser gerados mensalmente ou semanalmente. Para cada criança, até cinco monitores podem ser adicionados. O aplicativo está disponível para iOS e Android.

No momento da configuração do monitoramento parental, é preciso que o celular do filho e dos pais estejam próximos, e que a criança tenha no máximo 13 anos. Uma conta Google separadamente para a criança precisa ser criada antes da configuração.

2. AppBlock

Necessário somente no celular da criança, o AppBlock tem diversas ferramentas que servem para bloquear o uso de vários recursos (chamadas, vídeos, fotos), aplicativos e downloads. Na lista de aplicativos instalados, os pais podem bloquear os que preferirem. Vários perfis de bloqueios podem ser criados e ativados em diferentes horários no celular, como na hora de dormir, por exemplo. O início e o fim das atividades são definidos pelos horários e dias selecionados pelos pais. A partir da localização, também é possível configurar o bloqueio automático.

A desinstalação do AppBlock é outro recurso que garante a eficácia das restrições, pois pode ser bloqueada, mas é preciso habilitar a funcionalidade no app, outros aplicativos também podem fazer parte da lista que impede a desinstalação.

3. Life360

O compartilhamento da localização dos usuários é um recurso utilizado pelo Life360 de forma eficiente, pois os pais podem acompanhar o percurso de cada filho recebendo informações de onde seu filho está ou por onde passou. Quando o filho chega em um local, um alerta é enviado para as pessoas adicionadas dentro de um círculo de monitoramento. Caso aconteça alguma situação de emergência, o aplicativo faz uma chamada automática para os perfis selecionados. Se o telefone for perdido ou roubado, ele pode ser rastreado com o recurso da localização precisa do Life360.

4. GPS Rastreador de família KidsControl

O monitoramento da localização do filho pode ser realizado mesmo sem Internet utilizando coordenadas específicas do GPS Rastreador de família KidsControl. Quando existe conexão, a precisão se torna de 10 a 40 metros maior, mesmo em lugares fechados como estacionamentos

... subterrâneos, por exemplo. No app, diversos locais como casa ou escola podem ser definidos para que alertas automáticos sejam enviados quando os filhos chegarem. Se o celular de quem é monitorado estiver quase sem bateria, é possível enviar uma mensagem para lembrar do carregamento.

Regiões perigosas podem ser definidas para que alertas sejam enviados caso o filho entre nelas. Se houver alguma emergência, o botão SOS envia um pedido de ajuda para quem está monitorando a localização. É possível adicionar diversos perfis para monitoramento. Para começar a usar o serviço, é preciso que o usuário informe o código do convite enviado para ser monitorado.

5. Controle Parental Screen Time

Os assuntos que são visualizados em sites, redes sociais e demais conteúdos podem ser monitorados pelo Controle Parental Screen Time. As palavras digitadas nos buscadores do navegador do celular são vistas dando maior controle aos pais sobre o que os filhos veem na Internet. Além disso, é possível controlar o tempo que o filho passa no celular. Na versão paga do app, os pais podem interromper imediatamente as atividades do celular monitorado, limitar recursos no horário de aula, ter um resumo diário das atividades e até mesmo dividir o monitoramento com outros perfis.

WhatsApp da Momo: é lenda urbana? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.