Por Fernando Sousa, para o TechTudo

28/05/2019 10h11 Atualizado 2019-05-28T13:14:44.543Z


A Receita Federal está realizando um leilão de produtos apreendidos com diversos eletrônicos, como celulares, computadores e câmeras, além de outros itens, por um valor bem abaixo do mercado. O processo de cotação teve início no último dia 22 e a fase de lances, também conhecida como pregão, está programada para o dia 30/05, a partir das 11 horas. O leilão está aberto a compradores de qualquer parte do Brasil, desde que eles possam retirar os produtos nos locais indicados, em São Paulo.

Como normalmente acontece nos leilões da Receita, a maior parte dos lotes são destinados a pessoas jurídicas, mas alguns produtos podem ser adquiridos por pessoas físicas. No lote 40, por exemplo, é possível encontrar um iPhone 5S por lances a partir de R$ 500, valor muito abaixo do preço médio do smartphone no varejo, que é de R$ 1.900. Apesar disso, vale lembrar que esse é um aparelho mais antigo, lançado em 2013.

Além disso, diversos lotes, como 35, 36, 38 e 39, oferecem os iPhone 7 e iPhone 7 Plus por lances a partir de R$ 1.300. No varejo online, os smartphones da Apple estão à venda por R$ 2.500 e R$ 3.000 na versão com 32 GB, respectivamente, de acordo com o Compare TechTudo.

Já para pessoas jurídicas, estão disponíveis diversos lotes com computadores, Chromecasts, câmeras, drones DJI e switchs para redes, entre outros dispositivos. O lote 22, por exemplo, oferece diversos equipamentos fotográficos, incluindo, câmeras, lentes e flash externo, por lances a partir de R$ 30.000. Já o lote 27 traz Chromecasts, computadores, roteadores, e vários acessórios por a partir de R$ 100.000.

Vale lembrar que os produtos adquiridos em leilões não possuem garantia. Além disso, a Receita Federal não realiza o envio dos dispositivos. Por isso, é interessante ver no edital em qual lugar estão os lotes para analisar a possibilidade de retirada dos produtos. O comprador ainda pode realizar uma visita a uma das unidades nas quais os lotes estão armazenados para verificar a situação dos aparelhos, observando o horário de atendimento de cada uma delas.

A participaç�

... �o no leilão exige um cadastro no site da Receita Federal e o usuário precisa de certificação digital para realizar os lances. Os produtos adquiridos por pessoas físicas não podem ser revendidos posteriormente.

Leilão da Receita Federal para comprar iPhone vale a pena? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.