Por Bruna Telles, para o Techtudo

31/05/2019 00h15 Atualizado 2019-05-31T03:15:02.631Z


A Tencent puniu cerca de 100 jogadores de PUBG Mobile, em sua maioria da Ásia, por trapaça. O anúncio foi feito na última segunda-feira (27) no site oficial do jogo, onde a equipe de desenvolvimento comentou o caso. Na nota oficial, a empresa alega que os trapaceiros comprometem a integridade das regras e são negativos para a experiência em PUBG Mobile. Além do banimento de 10 anos, as IDs dos jogadores punidos serão publicadas no site oficial do jogo.

PUBG Mobile é a versão para baixar em celulares de PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG), um dos Battle Royales mais famosos do mundo. O game está disponível para download grátis no Android e iPhone (iOS).

Há algum tempo que jogadores e streamers reclamam sobre hackers em PUBG Mobile e a Tencent informou que vai combater este tipo de trapaça com as punições necessárias. O texto ainda encorajou usuários a utilizar o sistema de denúncias dentro do jogo, a fim de trazer à tona mais casos de hack ou uso de aplicativos terceiros dentro do game. A Tencent ainda prometeu que todas as acusações serão investigadas e os jogadores terão uma resposta sobre o resultado.

De acordo com as regras da desenvolvedora, qualquer jogador que utilizar aplicativos terceiros para melhorar ou modificar a experiência de jogo, pode ser banido. Muitos jogadores de PUBG Mobile utilizam o GFX Tools, aplicativo popular que muda a resolução e FPS do jogo. Porém, de acordo com o conj

... unto de regras do jogo, o aplicativo pode ser considerado uma trapaça.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.