Por Renata Bogossian, para o TechTudo

01/06/2019 08h00 Atualizado 2019-06-01T11:00:07.686Z


A Twitch TV é uma das maiores plataformas de streaming de jogos e conta com diversos streamers de jogos de sucesso como League of Legends (LoL), Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG) e Fortnite. A plataforma conta com um conjunto de regras de conduta que valem tanto para usuários, quanto para streamers. Se infringirem as regras, produtores de conteúdo também podem ser banidos, proibidos de fazerem lives por um certo tempo ou até perder suas parcerias com a Twitch. Veja, a seguir, cinco casos de streamers que foram banidos da Twitch TV.

Lyndon "LyndonFPS" Lauder

O streamer de Apex Legends Lyndon "LyndonFPS" Lauder da Spacestation Gaming foi banido permanentemente da Twitch TV após fazer uma live embriagado em maio de 2019. Com um copo de cerveja em cima da mesa, o player dormiu sentado em sua cadeira enquanto quase 500 pessoas acompanhavam sua stream. A transmissão foi encerrada rapidamente pela plataforma e Lyndon foi suspenso. Na tarde do mesmo dia, ele confirmou em seu Twitter que a suspensão é definitiva e seu nome já não aparece mais na página de streamers da organização.

Deadmau5

O músico Joel Thomas Zimmerman, popularmente conhecido como Deadmau5, estava jogando PUBG em uma transmissão ao vivo quando falou diversos palavrões e xingou um adversário que estava atirando nele. Por isso, a Twitch decidiu banir Deadmau5 por um período de 30 dias. Após a punição, o músico disse que não tinha mais planos de trabalhar com a plataforma. Porém, passados os 30 dias de banimento, todos os seus vídeos e clipes antigos ficaram disponíveis novamente em seu canal, onde jogadores podem conferir alguns dos processos criativos de seus projetos recentes.

Ashkan “TF Blade” Homayouni

Ashkan “TF Blade” Homayouni, streamer de League of Legends da Team Liquid foi banido por 30 dias por supostamente ter feito uma ofensa racial durante uma de suas transmissões. Porém, TF Blade refutou a alegação, mostrando em um clipe que ele não fez ofensas, apenas usou a palavra "idiotas". Com o apelo do jogador, a Twitch reduziu a punição para sete dias. O CEO da Team Liquid alegou a inocência de TF Blade e solicitou um pedido de desculpas por parte da plataforma, o que não ocorreu.

Karina “Karupups” Martsinkevich

A cosplayer Karina “Karupups” Martsinkevich foi banida após aplicar maquiagem preta em seu rosto durante uma transmissão ao vivo. Segundo Karina, ela estava apenas tentando retratar Lifeline - sua personagem favorita de Apex Legends. A Twitch baniu a streamer por 30 dias, alegando "incitamento ao ódio contra uma pessoa ou um grupo de pessoas". No Twitter, Karupups pediu que as pessoas parassem de discutir sobre seu cosplay e reafirmou que não tinha intenções racistas. Depois, Karina postou um vídeo de desculpas no YouTube, dizendo que não pensou nas consequências do blackface.

Hyphonix

O streamer Hyphonix já foi suspenso diversas vezes por quebrar os Termos de Serviço da plataforma. Em uma das vezes, foi banido por nudez, quando tirou a c

... amisa e se cobriu com molho. Isso fez com que ele fosse proibido até mesmo de aparecer nas transmissões de colegas streamers com quem ele vivia na época.

Sua última suspensão foi durante um stream em maio de 2018. Hyphonix girava uma roda depois que cada fã se inscrevia em seu canal, e um dos possíveis resultados era fazê-lo tomar uma bebida. Isso foi interpretado pelo Twitch como se ele estivesse usando bebidas alcoólicas como um incentivo para que se inscrevessem, o que levou a empresa a bani-lo "permanentemente". O streamer migrou para o YouTube e tem transmitido lá desde então.

Via Dot Esports



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.