Por Matheus Mandarino, para o TechTudo — Rio de Janeiro

04/06/2019 08h00 Atualizado 2019-06-04T11:00:08.125Z


A JBL PartyBox 200 e a JBL PartyBox 300 são duas caixas de som que trazem especificações poderosas e recursos interessantes. Com grave reforçado e possibilidade de conectar a outros aparelhos para aumentar a potência do som, os modelos prometem funcionar bem para ouvir músicas no dia a dia, animar festas e até tocar instrumentos musicais. Ambas trazem ainda conectividade Bluetooth e luzes LED coloridas na parte frontal.

A versão 200 está à venda no site oficial da JBL pelo preço de R$ 2.299, mas já pode ser encontrada no varejo por R$ 1.899. Já a PartyBox 300 custa R$ 3.249 na loja oficial, mas já sai por R$ 2.499 em lojas online. O modelo tem como diferencial a possibilidade de funcionar com bateria. Confira a seguir mais detalhes a respeito dos speakers e saiba qual deles é a melhor opção para você.

Quer comprar uma caixa de som barata? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Design

As duas caixas têm design muito parecido. Ambas possuem dimensões de 31 x 69 x 32 cm (L x A x P) e trazem acabamento emborrachado, que pode ser interessante para dar maior atrito em diferentes superfícies. Os aparelhos estão disponíveis para comprar apenas na cor preta com detalhes em laranja.

Um ponto interessante é a iluminação em LED na parte frontal. As luzes podem reagir de acordo com a música ou com animação própria, em modos pré-determinados. Também é possível exibir os LEDs na cor branca. Com relação à portabilidade, as caixas não são fáceis de transportar. A PartyBox 200 pesa 15,32 kg e a PartyBox 300 tem 15,84 kg.

Qualidade de som

De acordo com a JBL, as duas caixas oferecem resposta de frequência de 45 Hz e 20 kHz, espectro que deve ser suficiente para reproduzir faixas graves, médias e agudas com boa definição. Além disso, são dois woofers de 6,5 polegadas e três tweeters de 2,5 polegadas. Dessa forma, a promessa é de boa fidelidade para ouvir músicas de diversos estilos.

Ambas as caixas contam ainda com o recurso de valorização dos graves, que pode ser ativado por meio de um botão presente no topo do dispositivo. Quando ligado, o recurso tende a aumentar as frequências mais baixas. Vale ressaltar que, apesar do tamanho dos alto-falantes presentes nos dois modelos, a empresa não divulgou informações a respeito da potência total oferecida.

Bateria

Apenas o modelo BL PartyBox 300 possui bateria integrada, trazendo um modelo de íon de lítio de 74,88 Wh, equivalente a 1.040 mAh a 7,2 V. Segundo a fabricante, essa capacidade deve ser suficiente para entregar autonomia de até 18 horas, além de recarga em cerca de 5 horas.

Recursos Extras

Tanto a PartyBox 200 quanto a PartyBox 300 apresentam, além da conectividade Bluetooth, opções de entradas RCA, auxiliar de 3,5 mm e duas P10, que podem ser utilizadas para ligar guitarra, violão, teclado, microfone, entre outros. Os modelos também oferecem porta USB, que pode ser utilizada como fonte de energia para carregar um celular ou tablet.

Além disso, as caixas têm LEDs frontais que podem funcionar muito bem para festas e outros eventos, com diversas opções de cor e modos. O usuário pode optar por fazer a luz seguir as batidas das músicas, por exemplo, ou simplesmente mantê-la fixa.

Preço e concorrentes

...

A Partybox 200 está à venda no site da JBL no Brasil pelo valor de R$ 2.299, mas pode ser encontrada por a partir de R$ 1.899,00 em sites do e-commerce nacional. Já a Partybox 300 está disponível para comprar na loja oficial por R$ 3.249,00, e no comércio eletrônico já aparece por, pelo menos, R$ 2.499,90.

Um dos principais concorrentes das caixas da JBL é o alto-falante Sony GTK-XB60, que, além da capacidade de conexão sem fio via Bluetooth, oferece também conectividade NFC. O modelo conta ainda com uma bateria interna para até 14 horas de autonomia e custa cerca de R$ 1.150 no varejo brasileiro.

Qual é a melhor caixa de som Bluethooth? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.