Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

04/06/2019 11h16 Atualizado 2019-06-04T14:16:29.027Z


O Mac Pro 2019 é a nova versão do desktop para uso profissional da Apple. O dispositivo foi anunciado nesta segunda (3), durante a WWDC 2019, conferência para desenvolvedores que acontece até 7 de junho na Califórnia, onde a empresa também revelou os sistemas iOS 13, iPadOS e macOS Catalina. Com lançamento previsto para o segundo semestre deste ano e preço inicial de US$ 5.999 (cerca de R$ 23,4 mil em conversão direta, sem impostos), o novo Mac Pro é, de longe, o dispositivo mais poderoso já comercializado pela Apple.

Essa é a primeira grande atualização do Mac Pro desde 2013. A novidade mais evidente é o retorno do tradicional gabinete modular, que permite fazer upgrades sem complicação. Além dele, a companhia também anunciou o novo monitor Pro Display XDR, com 32 polegadas e resolução 6K Retina. O acessório não é obrigatório, mas promete tornar o uso do novo Mac muito melhor. A seguir, confira em detalhes a ficha técnica do novo e poderoso Mac Pro. Vale lembrar que, por enquanto, não há previsão de lançamento dos produtos no Brasil.

Quer comprar um computador barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Fica técnica - Mac Pro

  • Lançamento: quarto trimestre de 2019 (outono norte-americano)
  • Preço: a partir de US$ 5.999 (R$ 23,4 mil em conversão direta)
  • Processador: Intel Xeon W de 8 até 28 núcleos
  • Armazenamento interno: até 4 TB SSD
  • RAM: até 1,5 TB DDR4 ECC
  • Placa de vídeo: AMD Radeon Pro 580X até AMD Radeon Pro Vega II Duo
  • Recursos extras: placa de aceleração Apple Afterburner
  • Conexões: Thunderbolt 3 (compatível com USB-C e DisplayPort), USB-A, entrada Ethernet de 10 GB e entrada de fone de ouvido 3,5 mm
  • Dimensões: 52,9 cm x 45 cm x 21,8 cm
  • Peso: 18 kg

Design

O Mac Pro 2019 marca o fim do formato “lixeira” e o retorno do visual “ralador de queijo”, que ficou famoso com o primeiro modelo da série. A mudança não foi meramente estética, visto que, apesar de chamativo e revolucionário, o design em forma de cilindro causava problemas de superaquecimento e dificultava o upgrade dos componentes. Em 2017, a própria Apple admitiu que errou no projeto.

A nova versão do Mac Pro, no entanto, resolve esses problemas de uma vez só. Toda a parte interna do gabinete pode ser revelada ao puxar uma alça na parte superior do case. Segundo a empresa, a torre foi desenhada como um sistema modular, permitindo trocar as peças e fazer upgrades em poucas etapas. Além disso, na parte frontal estão três coolers grandes, que resfriam os componentes e garantem desempenho máximo por mais tempo. Por fim, se o design anterior tinha mobilidade única, o novo Mac Pro vai trazer rodinhas para facilitar o transporte.

Desempenho

Os detalhes revelados até agora sobre o Mac Pro 2019 mostram que a Apple não está brincando quando diz que esse é seu computador mais poderoso até o momento. O processador Intel Xeon do dispositivo poderá ser customizado com até 28 núcleos (cores) e a memória RAM DDR4 ECC pode ser expandida para até 1,5 terabytes.

O computador da Apple virá de fábrica com a nova placa de vídeo AMD Radeon Pro Vega II, mas oferece a possibilidade de usar duas GPUs com a Pro Vega II Duo. Além disso, o novo Apple MPX Module acrescenta novas entradas PCI Express para placas de vídeo, permitino usar até quatro G

... PUs simultaneamente e em alta velocidade.

O desktop ainda vai contar com a nova placa Apple Afterburner, que promete ajudar quem trabalha com edição de vídeo. De acordo com a empresa, graças ao novo componente, até três vídeos em 8K podem ser editados ao mesmo tempo diretamente da câmera.

Recursos

A caixa do novo Mac Pro vai vir com um teclado Magic Keyboard, um mouse Magic Mouse 2 e um cabo USB-C - Lightning. Na parte traseira do gabinete, há duas entradas Thunderbolt 3, duas portas USB-A e duas entradas Ethernet de 10 GB. Já na parte superior, estão duas entradas Thunderbolt 3. O desktop ainda conta com um alto-falante interno e uma entrada para fone de ouvido de 3,5 mm.

O sistema operacional do computador será o macOS Mojave, embora seja bastante provável que ele seja atualizado para o recém-anunciado macOS Catalina, que terá mais recursos de acessibilidade (como o controle por voz), novas funções de segurança e o Projeto Catalyst, que permite gerar aplicativos para iPhone, iPad e Mac com o mesmo código.

Tela

Junto com o Mac Pro 2019, a Apple anunciou ainda o novo monitor Pro Display XDR. Com 32 polegadas e resolução 6K Retina (6016 pixels x 3384 pixels), o dispostivo conta com suporte à tecnologia XDR (Extreme Dynamic Range), com brilho máximo de até 1600 nits e contraste de 1 milhão:1. Apesar do item não ser obrigatório, já que o Mac Pro funciona com qualquer display com entrada Thunderbolt, a ideia é que ambos os produtos se complementem: até seu design casa bem com o Mac Pro. O visual “ralador de queijo” também está presente na parte de trás do monitor.

Com vendas programada para o outono norte-americano (primavera no Brasil), o Pro Display XDR vai ter preço inicial de US$ 4.999 (cerca de R$ 19,4 mil). O monitor terá duas opções de suporte: o Pro Stand (que sairá por US$ 999, ou cerca de R$ 3,9 mil) e o adaptador Vesa (que custará US$ 199, ou cerca de R$ 773).

Preço e concorrentes

O preço inicial do novo Mac Pro divulgado pela Apple é de US$ 5.999 (cerca de R$ 23.400 em conversão direta, sem impostos). As especificações do modelo mais básico não deixam a desejar: 32 GB de memória RAM, Intel Xeon de oito núcleos, placa de vídeo Radeon Pro 580X e SSD de 256 GB. A Apple ainda não deu detalhes sobre os possíveis valores para outras versões, assim como não comentou se há previsão de lançamento e preço do computador no Brasil

Com relação aos concorrentes, quem prefere usar um computador com Windows vai encontrar opções bem mais baratas. Por exemplo, o PC gamer MSI Trident X possui processador Intel Core i9-9900K, memória RAM de 16 GB, placa de vídeo Nvidia RTX 2070 e SSD NVMe de 512 GB pelo preço de US$ 1.999 (cerca de R$ 7.768 em conversão direta).

Outra opção é montar seu próprio PC. Além customizar o desktop de acordo com suas necessidades (gamer ou edição de imagens, por exemplo), também é possível economizar, montando um computador completo por menos e R$ 3.000.

Qual comprar: MacBook Air ou MacBook Pro? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.