Por Lucas Batista, para o TechTudo

14/06/2019 08h00 Atualizado 2019-06-14T11:00:11.958Z


Chegar às finais de campeonatos é o sonho de qualquer time. Porém, perder decisões com frequência pode marcar uma equipe negativamente, e nos esports não é diferente. Seja no League of Legends (LoL), no Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) ou em jogos de luta como Street Fighter V, a equipe ou jogador que frequentemente figura na segunda colocação acaba ganhando fama de vice, ou "freguês". É o caso do Flamengo no LoL e da Team Liquid no CS:GO, por exemplo. Confira, a seguir, cinco exemplos de times que ficaram famosos por serem vice-campeões algumas vezes.

Flamengo no LoL

Carregando o nome do clube tradicional do futebol brasileiro, o Flamengo eSports chegou no League of Legends com jogadores de renome, como o atirador Felipe "brTT", Gonçalves. Já no primeiro split disputado, a equipe chegou à final do Circuito Desafiante 2018 e perdeu para a Ilha da Macacada Gaming, atualmente Uppercut. Os rubro-negros persistiram e se classificaram ao CBLoL após superarem a Team oNe na Série de Promoção. Na segunda etapa do CBLoL 2018 o time novamente chegou até a decisão, mas ficou com a vice-colocação após derrota para a KaBuM!.

Favorito e quase invicto na fase de pontos do 1º Split de 2019, o Flamengo foi novamente superado na final, dessa vez pela a INTZ. O recém-contratado jungler Lee "Shrimp" Byeong-hoon foi um dos destaques da equipe na fase regular, mas teve atuação apagada na final. Com a segunda colocação em todas as etapas disputadas desde sua criação, as torcidas rivais passaram a usar o termo "cheirinho" para se referir aos rubro-negros, em alusão ao jargão utilizado comumente para ironizar o clube carioca no futebol.

Veja entrevista de brTT, antro do Flamengo, ao TechTudo:

Team Liquid no CS:GO

Atual primeira colocada no ranking da HLTV, a Team Liquid passou por um longo período se limitando a vice-campeonatos. A equipe foi a maior rival da Astralis no ano de 2018, mas não conseguia superar os dinamarqueses em finais. Os norte-americanos ficaram na segunda colocação da ESL Pro League Season 7 Finals, ECS Season 5 Finals, ESL One Nova Iorque, Intel Extreme Masters XIII Chicago e ESL Pro League Season 8 Finals.

Já em 2019, a equipe trocou o brasileiro Epitácio "TACO" de Melo pelo norte-americano Jacky "Stewie2k" Yip, almejando o primeiro lugar. O time chegou a ganhar a iBUYPOWER Masters IV, primeiro torneio do ano, mas logo voltou a perder as decisões da BLAST Pro Series São Paulo e BLAST Pro Series Miami. A Team Liquid se manteve firme, deixou a fama de "freguês" para trás e foi recompensada, levando o título da Intel Extreme Masters XIV Sydney e da DreamHack Masters Dallas e se sagrando a melhor equipe do mundo segundo o ranking da HLTV no dia 3 de junho de 2019.

Cloud 9 em League of Legends

Cloud9 é uma organização tradicional nos esports e foi, por muito tempo, a equipe da América do Norte que chegava mais longe nos torneios internacionais de League of Legends. Porém, a equipe viu seu cenário regional se fortalecer e começou a se distanciar dos títulos locais. O time foi vice-campeão do 2º split da LCS em 2016 e da primeira etapa de 2017, ambas finais contra a Team So

... loMid.

A equipe passou por um final de 2017 e início de 2018 piores regionalmente, não chegando à decisão dos playoffs de nenhum dos dois splits. Para sair da má fase, o time fez alterações em sua line up e conseguiu voltar à final da LCS no 2º split de 2018, mas perdeu novamente, para a Team Liquid. Em 2019, a equipe não conseguiu chegar até a decisão da primeira etapa e teve de se contentar com o terceiro lugar.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Keita "Fuudo" Ai em Street Fighter V

Keita "Fuudo" Ai é um renomado pro player de jogos de luta, tendo vencido a EVO por dois jogos: Street Fighter IV em 2011 e Virtua Fighter 5 em 2012. O jogador participa de eventos há pelo menos 10 anos e já arrecadou aproximadamente US$ 195 mil (R$ 752 mil em conversão direta) em premiação. Porém, o jogador possui um histórico de perder finais no Street Fighter V.

Keita utiliza a personagem R.Mika no jogo da Capcom e é reconhecidamente um dos melhores do mundo com a lutadora, mas ainda não conseguiu vencer nenhum torneio da Capcom Pro Tour. O pro player japonês foi vice na Japan Cup 2017, Dueling Dragons Dojo 2017, Fighter's Spirit 2018, Saigon Cup 2018 e, mais recentemente, na EVO Championship Series Japan 2019 e no Taipei Major 2019.

CNB e-Sports Club em League of Legends

A CNB e-Sports Club é uma das mais antigas e tradicionais organizações do esporte eletrônico brasileiro, e já tem 20 anos desde sua fundação. Além disso, a equipe de LoL também ficou marcada pelos vice-campeonatos, já que perdeu a decisão do Campeonato Brasileiro Season 3, BGL Arena 2, SoloMid BR Circuit, Selecter Cup 2014 e CBLoL 2014. A fama de vice se estendeu a seus jogadores até mesmo quando eles já haviam deixado a CNB.

Murilo "takeshi" Alves jogava de meio pelos Blumers e foi o mais afetado pelo apelido. O Capitão deixou a organização no fim de 2014 e foi jogar pela Keyd Stars, onde também foi vice do 1º split do CBLoL 2015, CBLoL 2016 e CBLoL 2017. O pro player voltou à segunda colocação também na primeira etapa do Circuito Desafiante 2019, atuando pela Team oNe. Apesar disso, sua equipe se classificou para o CBLoL 2019 após vencer a Vivo Keyd na série de acesso.

Via Leaguepedia, Liquipedia CS:GO, Leaguepedia, Liquipedia Fighting Games, Esports Earnings, Leaguepedia



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.