A Black Friday 2014 no Brasil ainda não terminou, mas já conta com milhares de reclamações de usuários insatisfeitos. Mesmo com um código de ética e uma melhor seleção de lojas participantes, o número de denúncias ao Reclame Aqui, parceiro do Busca Descontos no evento de e-commerce, não para de aumentar.  
Black Friday: confira dez dicas para economizar e comprar com segurança
Reclamações na Black Friday 2014 passam edição de 2013 em poucas horas (Foto: Pond5)
Até as 15h20 desta sexta-feira (28), a Black Friday Brasil já contabilizava 5.260 reclamações no Reclame Aqui. O número é bem alto, tendo em vista que já ultrapassou a edição de 2013, em que somavam-se 4,2 mil protestos até às 18h. 
Para o diretor de marketing do Reclame AQUI, Felipe Paniago, o consumidor está melhor informado. "Às 12h desta sexta, o Reclame AQUI já superou os acessos em comparação a toda edição de 2013. Ou seja, os consumidores aprenderam com os problemas do ano passado e pesquisaram muito mais antes de comprar neste ano", explicou. 
Na lista de lojas mais reclamadas, vimos a Submarino, que manteve o posto entre os sites mais problemáticos desde a sexta-feira negra do ano passado. O site liderou o ranking com 611 reclamações até o momento. Em segundo lugar veio Americanas.com (604), seguida por Saraiva (443), NetShoes (136) e KaBuM! (114). Só as três primeiras colocadas somaram 1.658 queixas e superaram o número de reclamações que o site de denúncias recebem em média a cada semana.
O que você achou do novo códig...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.