Uma nova tecnologia permite que câmeras digitais não precisem de baterias ou cargas em tomadas para funcionarem. A inovação é furto de uma pesquisa da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, que utiliza o próprio sensor do dispositivo para captar a luz solar e transformá-la em energia. O trabalho, que ainda está em andamento, já produziu um protótipo e pode revolucionar o futuro das câmeras.
Garmin lança dois modelos de action cam para concorrer com a GoPro; veja
Segundo pesquisadores, dispositivo pode funcionar eternamente sem alimentação externa (Foto: Divulgação/Computer Vision Laboratory)
O sensor utilizado nas câmeras digitais comuns capta a luz dos ambientes e a transforma em imagens. A técnica criada pelos pesquisadores consiste em fazer com que cada pixel do sensor seja capaz de desempenhar tanto a função de captar as imagens como gerar energia. A inspiração veio das placas fotovoltaicas usadas para geração de eletricidade a partir da captação da luz solar.
Qual a melhor câmera digital semi-profissional/superzoom/compacta? Opine no Fórum do TechTudo.  Até agora, O protótipo criado pelos engenheiros possui um sensor de imagem de 30 x 40 pixels que fica preso a uma caixa fabricada por uma impressora 3D. O dispositivo é capaz de gravar imagens em ciclos de 1 segundo.
Sensor alterna automaticamente captação de imagem e geração de energia (Foto: Divulgação/Computer Vision Laboratory)
A grande sacada descoberta pelos pesquisadores foi desenvolver um sensor capaz de alterar automaticamente a ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.