Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Samsung acaba de fechar mais um acordo para fabricação de processadores para smartphones com outra grande concorrente, desta vez a Qualcomm. Além da Apple e seu futuro chip A9, a Qualcomm encomendou a fabricação do Snapdragon 820, sua próxima geração de processadores 64 bits.

Touchwiz é a interface usada nos aparelhos Samsung (Foto: Isadora Diaz/TechTudo) (Foto: Touchwiz é a interface usada nos aparelhos Samsung (Foto: Isadora Diaz/TechTudo))Qualcomm encomenda a Samsung a produção do futuro Snapdragon 820 (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Com o desenvolvimento do processador Exynos 7420, que alimenta o Galaxy S6, a Samsung trouxe a tecnologia de fabricação de chips 14nm FinFET, o que atraiu a atenção de gigantes como Apple e Qualcomm.

Mas, na prática, o que significa esta tecnologia? De forma simples, o novo processador é 200 MHz mais rápido do que a geração anterior, é menor e consome 35 % menos de energia, o que gera menos calor. O novo chip ainda permite a utilização de memórias do tipo LPDDR4 de até 1552 MHz. Apple e Qualcomm ainda utilizam a tecnologia 20nm em seus chips mais potentes, o A8 e Snapdragon 810 respectivamente.

Além de ser mais potente, eficiente e menor, os novos chips 14nm da Samsung têm construção mais barata do que a geração 20nm. Apesar de potente e de ser largamente utilizado pelos principais smartphones Android top de linha, o atual Snapdragon 810, ainda fica atrás do Exynos 7420 do Galaxy S6.

A união entre empresas como Apple, Qualcomm e Samsung é bem vista por analistas de mercado e críticos em geral, e o frutos desta união podem redefinir o futuro dos dispositivos móveis.

Via PhoneArena

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.