Desde que foi inventado, o cinema nos presenteou com várias personagens não-humanos, antes mesmo da palavra “robô” ser inventada. Os exemplos vão desde automatos simples, que podiam ser interpretados por atores sem nenhum recurso adicional, a máquinas complexas que precisam de auxílio de computação gráfica para serem exibidos. Se você está curioso sobre como estes construtos foram mostrados na sétima arte, confira esta lista que elaboramos com os robôs mais importantes do cinema.
Lista reúne funções inusitadas desempenhadas por robôs; confira
Alguns robôs ficaram para sempre marcados na história do cinema (Foto: Divulgação)
Para esta lista, consideramos como robôs apenas seres dotados de inteligência artificial com um corpo também artificial. Esta definição deixa de lado alguns personagens impactantes, como o computador HAL 9000, de Uma Odisséia no Espaço, e o Agente Smith, da saga Matrix, justamente pela falta de um corpo físico. Também optamos por não incluir robôs que sejam, na verdade, humanos modificados (ciborgues), o que removeu seres como Darth Vader e Robocop da lista. 1. O Boneco (A Clever Dummy – 1917) Robôs podem ser um fenômeno relativamente recente na cultura popular, mas estão presentes na história do cinema desde a sua concepção. Este filme, por exemplo, é um dos primeiros a mostrar autômatos, antes mesmo da palavra “robô” ser inventada. O roteiro conta a história de dois inventores que criam um boneco mecânico em tamanho real. O zelador do prédio, em quem o boneco é baseado, d...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.