Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A função WDS (Wireless Distribuition System) é bastante útil para quem precisa ampliar a rede Wi-Fi, mas não quer - ou não tem como puxar - cabo. Quando ativada, ela permite que outro roteador redistribua o sinal wireless. Neste tutorial, você vai aprender como configurar um roteador TP-Link para que ele utilize o WDS e funcione como um repetir. O modelo utilizado foi o WRN841ND.

Novos roteadores Archer AC 'baratinhos' prometem Wi-Fi ultrarrápido

Modelo utilizado no tutorial foi o WRN841ND (Foto: Divulgação/TP-Link)Modelo utilizado no tutorial foi o WRN841ND (Foto: Divulgação/TP-Link)

Passo 1 – entre nas configurações do roteador. Vá ao navegador e digite o IP do aparelho (geralmente 192.168.0.1). A senha padrão é admin/admin.

Use o navegador para entrar nas configurações do roteador (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Use o navegador para entrar nas configurações do roteador (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 2 – Para que não haja conflito com o gateway padrão, mude o IP do roteador. Vá em Interfaces LAN/WAN. Clique em LAN e altere o IP. Clique em Salvar.

Altere o IP do roteador que será usado como repetidor (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Altere o IP do roteador que será usado como repetidor (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 3 – Agora vá clique em Wireless no menu e habilite o WDS.

Habilite o WDS (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Habilite o WDS (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 4 – As configurações do WDS serão habilitadas. Clique em Procurar.

Clique em Procurar (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Clique em 'Procurar' (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 5 –  Todas as redes habilitadas serão abertas como ponto de acesso. Clique em conectar na rede que você quer ampliar o sinal, ou seja, a rede base.

Escolha o SSID do roteador-base (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Escolha o SSID do roteador-base (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 6 – Quando clicar em conectar irá aparecer as configurações como endereço Mac. Escolha o tipo de criptografia utilizado no primeiro roteador e digite a senha de acesso a rede. Clique em Salvar.

Escolha a criptografia e coloque a mesma senha do roteador-base (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Escolha a criptografia e coloque a mesma senha do roteador-base (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 7 – No Menu, clique na opção Wireless e em seguida na opção Segurança. Configure para o mesmo tipo de criptografia da rede principal e com a mesma senha. Clique em Salvar.

Coloque a mesma senha e tipo de criptografia no roteador que sera usado como repetidor (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Coloque a mesma senha e tipo de criptografia no roteador que será usado como repetidor (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Passo 8 – Agora para não haver conflito de IP, desabilite o DHCP, para que apenas o roteador principal distribua o IP automaticamente. No menu, clique em DHCP, logo em seguida em configurações. Selecione a opção desabilitado. Clique em Salvar.

Desabilite o DHCP (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)Desabilite o DHCP (Foto: Reprodução/Gabriel Ribeiro)

Pronto, o seu roteador TP-Link está configurado para repetir o sinal com a função WDS. Se alguns problemas acontecerem como queda repentina de sinal, pode ser necessário configurar o roteador-repetidor no mesmo canal e com o mesmo SSID do que o roteador principal. Além disso, para funcionar perfeitamente, é importante que o roteador-repetidor seja posicionado em um local onde o sinal do roteador principal esteja alto.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.