Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Será que vale a pena investir em um notebook que conte com SSD ao invés do tradicional HD? O TechTudo destacou os prós e contras da escolha de um SSD como unidade de armazenamento de seu computador portátil, em detrimento de um disco rígido convencional. Vamos ver quais perfis de usuários se encaixam em cada caso e assim poderá fazer a sua escolha.

História do SSD: conheça a origem da tecnologia que substituirá os HDs

Aspectos positivos no uso de um SSD

Desempenho

SSDs são muito mais rápidos que os HDs (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)SSDs são muito mais rápidos que os HDs (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)

O primeiro ponto positivo que podemos citar em relação ao uso dos SSDs é o grande e perceptível aumento no desempenho do notebook. Discos de estados sólidos, como são também chamados os SSDs, não possuem partes móveis. Por esse motivo eles conseguem acessar os dados salvos nos chips de memória flash de forma muito mais rápida que os HDs.

Um disco rígido armazena os dados em um prato magnético. Eles são lidos por um braço mecânico que precisa percorrer todo o disco afim de ler e escrever os dados que o usuário precisa. Isso leva preciosos milissegundos a mais que, ao fim de um dia de trabalho, podem ter lhe custado vários minutos, ou até horas, de espera.

Em um SSD os dados são gravados eletricamente em chips de memória flash, tal como um pendrive. Assim, eles podem ser acessados de forma muito mais rápida que num HD, tornando a inicialização do sistema operacional e dos programas muito mais rápida. O processo de leitura e escrita também se torna mais rápido em SSDs, pelo mesmo motivo explicado acima.

Durabilidade

Outra vantagem que os notebooks usufruem ao serem equipados com discos de estado sólido é a resistência e durabilidade do equipamento. Novamente, por não ter partes móveis, os SSDs não estão sujeitos à problemas mecânicos.

SSD em conjunto com HD deixa o Windows mais rápido? Veja opiniões no Fórum do TechTudo

Em um HD, caso o notebook caia ou seja balançado de forma muito forte, há grandes chances do braço mecânico encostar no prato magnético, danificando-o. Assim, o usuário perde vários arquivos. Se os arquivos essenciais ao funcionamento do Windows forem corrompidos com esse acidente, o usuário precisará reinstalar todo o sistema operacional. Em casos mais extremos, todo o disco rígido é condenado e precisa ser trocado. Com o uso de um SSD, o notebook não perderá arquivos em casos de quedas ou outros tipos de acidentes.

Notebooks mais finos, leves e silenciosos

MacBook Air com novas cores e tamanhos pode chegar (Foto: Divulgação) (Foto: MacBook Air com novas cores e tamanhos pode chegar (Foto: Divulgação))SSDs proporcionam a criação de notebooks extremamente finos, como o MacBook Air (Foto: Divulgação/Apple)

Os SSDs são bem mais finos que um HD. Assim, as fabricantes conseguem desenvolver notebooks cada vez mais finos e, consequentemente, leves. Se você precisa carregar o seu notebook para o trabalho ou faculdade, por exemplo, cada grama a menos é um ponto positivo. Outra vantagem que podemos citar é que os SSDs são mais silenciosos. Os HDs mais rápidos, que contam com taxas de rotação na casa dos 7.500 ou 10.000 rotações por minuto acabam por ser bem ruidosos. Isso incomoda muitos usuários. Já os SSDs conseguem ser mais rápidos que estes HDs sem emitirem nenhum ruído.

Aspectos negativos no uso de um SSD

Preço

Com certeza, o fator que mais pesa contra a compra de um SSD é seu preço. Apesar da tecnologia já estar há algum tempo no mercado, ela não barateou o suficiente para ser popular entre todos. Os HDs conseguem, muitas vezes, oferecer o dobro ou mais de espaço por um preço várias vezes menor que os dos SSDs. Isso, consequentemente, aumenta o valor dos notebooks que já são vendidos com o disco de estado sólido instalado.

Espaço de armazenamento reduzido

Tecnologia pode demorar a chegar aos consumidores  (Foto: Foto: Divulgação/Intel)SSDs são muito mais caros que HDs tradicionais (Foto: Divulgação/Intel)

Além de serem mais caros, os SSDs também oferecem menos espaço de armazenamento. Os modelos mais em conta são os de 64 GB ou 128 GB. Não por acaso eles são os mais comuns nos notebooks. Sendo assim, se você planeja guardar muitas coisas no seu computador portátil, tais como arquivos, filmes, séries, músicas e milhares de fotos, não compre um notebook com SSD. É mais vantajoso adquirir um computador com um HD, já que eles oferecem no mínimo 500 GB de espaço.

Finalizando: para quem é um notebook com SSD

Um notebook com SSD instalado são para aquelas pessoas que exigem, ou precisam, de um computador portátil, seja para trabalhar ou usar na faculdade, que tenha um bom desempenho. A rápida inicialização do sistema operacional e dos programas contribui para que o usuário realize as tarefas com mais agilidade, sem ter de esperar tanto os processos de leitura e escrita. Além do mais, notebooks com disco de estado sólido são mais finos, leves e silenciosos, ótimas características para quem precisa carregar um peso extra na mochila.

Agora, se você é um usuário que só usa o notebook para acessar as redes sociais, ver alguns vídeos no YouTube e fazer trabalhos de pequeno porte, que não exigem tanto poder de processamento, a compra de um equipamento com SSD é um gasto desnecessário. Opte por um notebook com um HD tradicional e economize algumas centenas de reais.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.