Os Galaxy S6 e S6 Edge, mais novos e avançados smartphones da Samsung, podem apresentar um problema sério de memória. A empresa admitiu a falha por meio de um comunicado feito na sua página oficial do Reino Unido no Facebook. A origem do problema estaria na memória RAM, o que torna os smartphones lentos e faz com que os apps sejam fechados inesperadamente.
LG G4: veja se o novo top consegue superar os rivais iPhone 6 e Galaxy S6
Galaxy S6 Edge é a versão com tela curvada do top de linha da Samsung (Foto: Anna Kellen/ TechTudo)
O erro gira em torno de como a RAM trabalha. Com funcionamento normal, a memória é liberada assim que os aplicativos e recursos não estão sendo usados. O que acontece no Galaxy S6 e S6 Edge é que essa liberação não está ocorrendo, o que significa que cada novo app precisa consumir memória adicional.
Quando a capacidade chega ao fim, começam os travamentos e fechamentos abruptos de aplicações. Há duas soluções provisórias para o problema: reiniciar o dispositivo ou apertar o botão “Fechar Tudo” no menu do card multitarefa para encerrar todos os apps e tentar limpar a memória.
 
No entanto, apesar de os dedos estarem apontados contra a empresa sul-coreana, a culpa pode ser do Google. O gigante das buscas admitiu haver um grave problema de vazamento de memória no Android 5.0 Lollipop, que ainda não foi corrigido nas últimas atualizações do sistema operacional.
Galaxy S6 é um dos grandes lançamentos de 2015 (Foto: Isadora Díaz/ TechTudo) ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.