Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Sony prepara o terreno para o lançamento do FES Watch desde setembro. O relógio de pulso foi apresentado com esse nome no Makuake, uma espécie de Kickstarter japonês, sem qualquer ligação com a empresa. Em pouco tempo, a proposta superou sua meta de arrecadação. O ponto interessante do smartwatch é a tela feita com o e-ink.

Google Glass ganhará novo modelo com chip Intel em 2015, diz jornal

Aposta no e-ink garante autonomia de até 60 dias para a bateria, segundo o fabricante (Foto: Reprodução/Mashable)Aposta no e-ink garante autonomia de até 60 dias para a bateria, segundo o fabricante (Foto: Reprodução/YouTube)

Essa tecnologia é a mesma que a Amazon emprega no Kindle, cuja principal característica é a busca por imitar o papel por meio de um sistema de sobreposição de camadas. Entre as vantagens, ela permite grande autonomia, já que telas feitas em e-ink não possuem taxas de atualizações frenéticas, como os LCDs e LEDs que usamos em outros dispositivos.

Segundo o material de divulgação do FES Watch, sua bateria seria capaz de uma duração de até 60 dias, algo inimaginável em um dispositivo desse tamanho com uma tela de cristal líquido. Além disso, telas em e-ink não emitem luz, como as LCD e LED e, por esse motivo, não cansam os olhos.

Quem apostou no conceito da Sony deverá receber seu relógio no começo de 2015. Não há confirmação sobre um lançamento comercial do produto (Foto: Divulgação)Quem apostou no conceito da Sony deverá receber seu relógio no começo de 2015 (Foto: Divulgação)

O que esperar dos novos modelos de SmartWatch? Comente no Fórum do TechTudo.

Contudo, o uso desse tipo de tecnologia pode limitar, e muito, a ideia de “smart” do relógio da Sony. Sem entrar em detalhes, o material de divulgação sobre o FES Watch não detalha funções muito complexas e um vídeo do produto demonstra a tela mudando de cor, do branco do dia ao escuro da noite, como a única função smart do relógio.

A presença no site de financiamento foi um ótimo termômetro para a Sony medir a aceitação do projeto. Quem revelou que, na verdade, o FES Watch era um produto da Sony foi o jornal norte-americano The Wall Street Journal. Uma fonte, consultada pela publicação, confirmou a estratégia de testar o mercado: “Nós escondemos o nome da Sony porque queríamos testar o real valor do produto, se haveria demanda pelo nosso conceito”.

A Sony não se manifestou sobre a disponibilidade em larga escala do produto. Quem apostou na ideia, e investiu os US$ 167 (ou R$ 427, em conversão direta), deve começar a receber o seu FES Watch no começo de 2015.

Via Mashable

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.