O modo de navegação anônima é uma excelente forma de termos mais privacidade, principalmente para quem compartilha o computador. O recurso, presente na maioria dos browsers atuais, permite que informações como sites navegados e cookies não fiquem salvos no histórico da máquina. Mas, será que o modo anônimo é totalmente imune a bisbilhoteiros? Entenda o poder e os limites das abas anônimas.
Grom: rede social segura para crianças permite controle de pais e mães
Modo privativo, incógnito ou privado é totalmente confidencial? Entenda tudo (Reprodução/Google)
Como funciona?
Quando estamos na Internet, seja fazendo alguma pesquisa ou apenas visitando os sites que entramos todos os dias, os navegadores criam um log com informações que ficam salvas no computador. Isso é muito útil, já que permite que os sites acessados possam ser facilmente achados no seu histórico.  Além de gravar as páginas visitadas, os browsers salvam uma série de outras informações. Uma delas são os cookies, que ajudam a melhorar a experiência na Internet e permitem que você não precise fazer o login do Facebook toda vez que fechar o seu navegador, por exemplo.   Outros dados que ficam salvos no browser são as informações de download. Isso também é muito útil e ajuda a ter acesso novamente ao link, como achar o arquivo baixado de forma rápida no computador.  Modo anônimo e modo visitante O que o modo anônimo ou incógnito faz é evitar que tudo que você acessa fique salvo e simplesmente desapareça após fechar a janela. Quando ativo...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.