Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Blu-ray Disc Association (BDA) anunciou que concluiu o projeto de desenvolvimento do novo formato 4K para o Blu-ray, que pode levar para os discos físicos o padrão Ultra HD. A qualidade já é uma realidade em serviços de streaming de vídeos como Netflix e YouTube, e chega como uma alternativa.

4K e OLED: conheça melhor as tecnologias das TVs 'tops' do mercado

Logo que identifica a presença do novo padrão (Divulgação/BDA)Logo que identifica a presença do novo padrão (Divulgação/BDA)

Além do ganho de resolução, que pode chegar a 3840 x 2160 pixels, o novo Blu-ray Ultra HD consegue expandir significativamente a gama de cores dos filmes, administrar melhor o padrão HDR, comum em câmeras fotográficas atuais, e trabalhar com altas taxas de quadros por segundo, provavelmente chegando até a 60 fps, que é um parâmetro muito utilizado pela indústria de videogames, por exemplo. Na prática, o usuário conseguirá uma imagem muito mais nítida, cores mais destacadas e uma riqueza de detalhes nunca antes vista.

Para que tudo isso caiba em um único disco, a sua capacidade de armazenamento também teve que ser ampliada. Um disco de Blu-ray Ultra HD conseguirá guardar até 66 GB em camada dupla ou até 100 GB em camada tripla. Vale lembrar que os discos de Blu-ray mais antigos só conseguem armazenar 25 GB ou 50 GB.

O licenciamento que garante a fabricação dos discos neste novo formato terá início já no verão do hemisfério norte, ou inverno aqui no nosso hemisfério. Assim, de acordo com a associação responsável, é possível esperar que os primeiros aparelhos compatíveis cheguem às lojas já no final de 2015, para as vendas de Natal.

Segunda temporada de House of Cards já está disponível em resolução 4K na Netflix (Foto: Reprodução/Netflix) (Foto: Segunda temporada de House of Cards já está disponível em resolução 4K na Netflix (Foto: Reprodução/Netflix))Resolução 4K já está presente em serviços como o do Netflix e YouTube (Foto: Reprodução/Netflix)

Nesta fase do processo, ainda não é possível estimar quanto isso custará para o consumidor final, mas é certo afirmar que será necessário trocar o aparelho de Blu-ray da sala caso queira assistir filmes no novo padrão. Por outro lado, o novo player conseguirá rodar os discos antigos.

Alternativa na guerra contra o streaming

A indústria que ainda trabalha com mídias físicas vê com preocupação o avanço dos serviços de streaming de filmes, que estão cada vez mais populares e acessíveis, com o aumento da qualidade da internet que chegam aos nossos lares. Dito isto, o Ultra HD Blu-ray é apontado pela BDA como uma grande alternativa, pois além de uma imagem com todas as características já citadas, também deve ser levado em consideração a presença de formatos de áudio de alta qualidade, como Dolby Atmos e DTS:X.

Netflix vale a pena? Opine no Fórum do TechTudo.

Além disso, a alta taxa de transferência alcançada pelo padrão Blu-ray consegue acessar e exibir o conteúdo do disco mais rapidamente, desta forma o consumidor conseguirá ver o início do filme mais rapidamente do que em uma transmissão pela Internet, e sem perda de qualidade característica de quem possui uma conexão ruim.

Via The Verge e Business Wire

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.