O novo Microsoft Edge, navegador exclusivo do Windows 10, não vai usar muitas das antigas funções que ficaram por anos presentes no Internet Explorer. Algumas toolbars para navegadores, muitas vezes, têm um alto custo para a segurança e confiabilidade. Por isso, o Edge eliminou muitas delas. Confira.
Microsoft Edge ganha 'captura de mídia' usando webcam e microfone
Barra de ferramentes e outros incômodos do IE não estarão no Edge (Foto: Reprodução/Windows Central)
No total, mais de 300 APIs que fizeram parte do Internet Explorer não serão incluídas no Microsoft Edge, com o objetivo de aumentar a segurança. Também foram removidas mais de 220 mil linhas de código IE. Veja a lista das ferramentas que serão substituídas por recursos do HTML5. ActiveX ActiveX é um modelo de extensão binário introduzido há quase 20 anos, em 1996. Ele permite aos desenvolvedores incorporar tecnologias nativas do Windows em páginas da web. Os controles podem ser baixados e instalados a partir de um site e, depois, carregados em processo e rendidos ao IE. As extensões , também chamadas de complemento ou add-ons, melhoram a experiência de navegação web, fornecendo barras de ferramentas e de cotação de ações, animações, vídeos e etc. Porém, eles também podem ser prejudiciais. Uma vez instalados, eles passam a ter acesso irrestrito a qualquer aspecto do sistema operacional e hardware do computador, podendo ser perigoso. Browser Helper Object (BHO) Introduzido em 1997, junto com a versão 4 do Internet Explorer, o BHO é um plugin para o n...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.