Os carregadores sem fio têm atraído os holofotes da indústria e feito a cabeça de consumidores. No entanto, ainda há muita confusão quando o assunto é como a tecnologia funciona. Leia o artigo a seguir e desvende os mistérios que envolvem o carregamento wireless.
Carregador portátil: lista reúne modelos bonitos e ‘baratos’
O Samsung Charger Wireless Pad funciona perfeitamente mesmo com o celular protegido por capinha (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)
O princípio por trás do carregamento sem fio é indução eletromagnética. A base de carregamento contém rolos de arame que criam um campo eletromagnético quando a corrente elétrica passa por eles. Esse campo pode induzir força eletromotriz em aparelhos dotados de bobinas compatíveis, sem precisar sequer encostar neles. É o que acontece em circuitos de baterias de smartphones e dispositivos que têm dessa capacidade. A transmissão de energia por indução alcança de 60% a 70% de eficiência em relação ao carregamento feito via cabo. Mas o que poderia ser uma desvantagem se torna um dos aspectos interessantes do método. É que ele foi pensado para as baterias de íons de lítio usadas atualmente, que respondem melhor a um carregamento mais lento, com menores doses de energia.
Plataforma de carregamento sem fio Sony WCH10 (Foto: Divulgação/Sony)
Padrões de carregamento sem fio Como em toda tecnologia, há diferentes padrões de carregamento sem fio. O líder deste segmento é o Qi, desenvolvido pela Wireless Power Consortium. Ele se tornou popular graças à adesão por...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.