Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Microsoft, finalmente revelou detalhes sobre a atualização de sistemas operacionais piratas, de versão mais antigas, para o novo  Windows 10 original. Usuários de sistemas não genuínos, denunciados por uma marca d'água, até podem adquirir grátis a versão oficial do Windows 10, mas permanecerão ilegais, sem uma licença oficial. A fabricante prometeu planos atrativos nesses casos.

Qual a diferença entre o Windows 10 para PCs e a versão de smartphones?

Windows-10-capa (Foto: Divulgação/Microsoft)Microsoft explica como funcionará a licença do Windows 10 para versões piratas (Foto: Divulgação/Microsoft)

Marca d'água = Pirata

Como prometido anteriormente pela Microsoft, todos poderão fazer o update para a versão mais recente do Windows. Para um dono de um sistema pirata, entretanto, o processo será um pouco diferente. Após a atualização, o usuário verá uma marca d'água em seu computador, indicando que seu software continua "ilegal". Ou seja, sem alguns recursos como as atualizações via Windows Update e suporte.

Em post no blog oficial da Microsoft na última sexta-feira (15), o vice-presidente de software da companhia, Terry Myerson, confirmou o que a Microsoft já havia dito ao TechTudo anteriormente, e esclareceu que somente os usuários que têm as versões genuínas do Windows poderão aproveitar a oferta de atualização gratuita para o Windows 10 oficial, sem marca d'água e restrições.

Qual o melhor Windows de todos os tempos? Comente no Fórum do TechTudo.

O movimento "em favor dos piratas" vai ajudar a fazer crescer a base de usuários e, assim, quem sabe, atrair mais desenvolvedores. “Levar todos os nossos consumidores para o Windows 10 vai melhorar o ecossistema inteiro para os desenvolvedores, o que torna o Windows melhor para todos os usuários. Estamos trabalhando para que este upgrade seja o mais fácil possível para o cliente”, explicou.

Oferta atrativa

Após a confirmação de que um sistema é pirata através da marca d'água, a fabricante oferecerá ao consumidor uma opção de atualização paga, que tornaria seu sistema operacional original, dando acesso ao suporte. Myerson ainda garantiu que essa oferta deverá ser "muito atrativa" para os consumidores, o que indica um valor inferior ao cobrado pelo sistema normalmente. 

“Nossa oferta de update grátis não vai ser aplicada a aparelhos com Windows pirata, mas como sempre fizemos, vamos oferecer o Windows 10 para estas pessoas. Estamos planejando ofertas bem atrativas para estes consumidores, em parceria com alguns de nossos ótimos parceiros”, completou.

Via Microsoft

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.